Poesia que torna mais doce o dia a dia

06/11/2014 (13:36)
Ana e Erika

Erika Araújo e Ana Luiza Gonçalves (da esquerda para a direita), as criadoras da página (Arquivo Pessoal)

A página na rede social Facebook e o blog Da Regra 3, criados por Ana Luiza Gonçalves e Erika Araújo, trazem, através de doces palavras, pílulas diárias de poesia que têm feito muito sucesso nas redes. E quem disse que poesia precisa ser difícil? Em um texto curto, simples e fácil de ser compreendido, as poesias de Ana e Erika têm se espalhado por aí. Hoje, são quase 6 mil seguidores  e leitores fiéis no Facebook. A página é mais um exemplo de como as redes sociais podem dar vazão a negócios ou ideias nos dias de hoje.

Leia também: Brechó Itabirito: ma iniciativa inteligente para compra e venda

Em entrevista ao Sou Notícia, Ana Luiza Gonçalves e Érika Araújo falam sobre a criação da página, inspiração, objetivos, repercussão na rede e muito mais. Confira!

Como surgiu a ideia da página?

Ana Luiza: Percebi que precisava abrir o meu silêncio e encontrar outras palavras para dizer o que sinto. Para isso, nada melhor do que poesia e uma boa companhia. Erika e eu temos projetos paralelos de literatura desde 2007 e sempre quisemos fazer algo juntas. Estávamos vivendo momentos delicados no início do ano e senti que precisava fazer algo para driblar esses sentimentos. Eu a convidei e ela topou escrever comigo. Inicialmente, criamos o blog e logo migramos para o Facebook.

De onde vem a inspiração e sobre quais temas escrevem?

Erika

Erika Araújo conta que a inspiração para os textos vem de qualquer coisa e do próprio cotidiano (Arquivo Pessoal)

Erika Araújo: A inspiração vem de qualquer coisa. Desde algo que lemos, notícias, atualidades (já escrevemos sobre a eleição, inclusive), músicas, experiências pessoais, outras poesias ou lançamos desafios uma a outra. Escolhemos um tema ou uma palavra no dia e tentamos escrever sobre aquilo.

Qual o principal objetivo da página?

Ana Luiza: O objetivo, além de levar poesia pro dia a dia das pessoas, é que elas vejam o quanto a poesia faz bem para o corpo, para a cabeça e para a alma e que ela, ao contrário do que muitos pensam, é fácil de ler. Na verdade, basta sentir. Queremos que as pessoas sintam a poesia e também percebam o quanto as manifestações da palavra – a palavra escrita, a falada, a sentida, a calada – são importantes para o atual cenário que vivemos.

Como é o processo de escrita?

Erika Araújo: Normalmente cada uma escreve no seu canto, na sua casa. Eu, particularmente, gosto de escrever quando estou deitada na cama, à noite, refletindo sobre o dia, ou quando me dá uma súbita inspiração. Já a Ana escreve em qualquer lugar e a qualquer momento. Algumas vezes escrevemos juntas, uma começa um verso, a outra termina, a gente pega algo que a outra disse e modifica um pouco e vai fazendo assim, embolando as palavras.

Para Ana Luiza Gonçalves, O objetivo da página é levar poesia pro dia a dia das pessoas, e fazer com que elas vejam o quanto a poesia faz bem (Arquivo Pessoal)

Para Ana Luiza , o objetivo da página é levar poesia para o dia a dia das pessoa e que elas percebam o quanto a poesia faz bem (Arquivo Pessoal)

Como vocês chamam o tipo de texto que fazem?

Ana Luiza: São pílulas diárias de poesia. Textos curtos, fáceis de ler e que, mesmo pequeninos, englobam um mundo de sentimentos e sensações.

Como vocês avaliam a página desde o processo de criação à repercussão?

Erika Araújo: Nós criamos inicialmente um blog, mas percebemos que as pessoas estão num ritmo muito diferente de antigamente (tem pouquíssimo tempo, mas anda tudo tão efêmero!). Então criamos a página e te confesso que achei que não teríamos interação nenhuma, até porque poesia é um assunto tão pouco falado ultimamente! Contudo, aos poucos, o caldo foi engrossando e hoje temos mais de 5700 curtidas. Acho que a página deu muito certo e cumpre com o nosso objetivo, que é levar um pouquinho de poesia pro dia a dia das pessoas.

Que tipo de relações as pessoas estabelecem com a página de vocês?

Erika Araújo: A página é uma extensão de nós mesmas, é onde falamos, mesmo que anonimamente, o que pensamos, o que sentimos. As pessoas se identificam com esses sentimentos, personificam a página e acabam interagindo com o Da Regra 3. A página é dona de si mesma e da voz que dialoga com nossos curtidores

Conheça o blog e página no Facebook Da Regra3: http://daregra3.com.br/ https://www.facebook.com/daregra3?fref=ts

Conheça também outras páginas de Ana Luiza: eagorafacooque.blogspot.com.br umamorporpagina.tumblr.com

E outo blog de Erika Araújo: abridordelatas.wordpress.com

banner_facebook_site2