Grande Saideira do Viação Gastronômica surpreende pela qualidade

29/05/2017 (15:02)

 

Os pratos servidos na festa de encerramento do festival surpreenderam pela qualidade, mesmo fora dos estabelecimentos de origem (Sou Notícia)

Realizada no último sábado, 27, a partir das 15h, a Grande Saideira do festival Viação Gastronômica movimentou o fim de semana em Itabirito. Composta por muita música e comida boa, a festa impressionou pela qualidade e participação do público, apesar do tempo frio do mês de Maio.

Show de Cleiber Tarcisio (Sou Notícia)

10 bares e restaurantes finalistas participaram do evento e serviram os pratos que concorriam no festival, preparados nas barracas localizadas na Praça da Estação. Servidos bem quentinhos e com a mesma qualidade apresentada nos bares, a noite foi uma festa também para os paladares de que quem pode degustar tais delícias.

De acordo com o secretário de Patrimônio Cultural e Turismo, da prefeitura de Itabirito, Ubiraney Fiqueiredo, a avaliação do evento foi a melhor possível. “Superou as nossas expectativas. Os 19 bares e restaurantes participantes atuaram de acordo com o que foi previsto. O público frequento bem os estabelecimentos durante todo o mês, o que gerou uma movimentação grande, tanto nos bares quanto nos restaurantes. A saideira veio só para coroar a eficiência da gastronomia no que diz respeito a promoção da atividade do turismo. Itabirito, a cada dia, está entendendo mais que se todos fizerem a sua parte, a cadeia produtiva se movimenta. Junto com esse movimento de trabalho circula o dinheiro e todos ganham”, declara.

Na festa de encerramento do festival, além de gastronomia, houve shows com Cachaça com Arnica, Policromático, Pirulito da Vila, Megaphone, Maurício Silva e Cleiber Tarcisio.

A grande vencedora da noite foi a lanchonete Ogarete (Sou Notícia)

Os vencedores

Os pratos premiados foram: em primeiro lugar a lanchonete Ogarete, com o Prato Sírio. Em segundo lugar ficou o Bar da Tia Dôra com o prato Frangonobis e em terceiro lugar ficou classificado o Gastrô Rural com o prato D´além Mar.

Segundo o vencedor do Festival e estreante no evento, o sírio Fadi Catrin, dono da Lanchonete Ogarete, foi uma grande emoção vencer o festival. “Eu não imaginava que fosse ganhar, pois havia outros pratos muito saborosos também”, pontua.

Fadi credita o sucesso do prato a beleza dele, variedade e sabor típico da culinária árabe. Ainda segundo ele, o prêmio é um grande incentivador para o negócio que funciona há apenas nove meses em Itabirito. “Com certeza esse prêmio nos fortalece ainda mais, para continuarmos o negócio.  A Ogarete continuará criando novidades gastronômicas e cumprindo sempre a sua missão de satisfazer seus clientes”, conclui.

Dono do restaurante Gastrô Rural acompanhado de Otávio di Toledo, apresentador do programa Viação Cipó e um dos apoiadores do Viação Gastronômica (Sou Notícia)

A também estreante do Viação Gastronômica, Maria Auxiliadora Santos Ramos, dona do Bar da Tia Dôra, foi vice-campeã do festival. Também surpresa pelo prêmio, Maria Auxiliadora acredita que o maior prêmio de todos é o reconhecimento do público. “O prêmio é um estímulo, mas o maior prêmio não é o segundo lugar e sim o reconhecimento da população no quesito bar. Participamos porque gostamos do que fazemos e o prêmio maior é o reconhecimento”, esclarece.

Ainda segundo a dona do bar, o festival aumentou muito o fluxo de pessoas em seu estabelecimento. “Além dos clientes fixos que toda semana estão lá com a família para degustar nossos pratos, a participação no festival fez com que alcançássemos outras classes, pessoas que talvez ficavam com receio porque é um barzinho informal e tinham dúvidas quanto a frequentar. Com o festival aumentou mais essa demanda e quem saiu ganhando foi a gente”, conclui.

Com forte participação do público, o festival ajuda a inserir Itabirito no cenário gastronômico estadual (Sou Notícia)

O fomento à gastronomia

Ubiraney Figueiredo salienta que a inserção cada vez mais forte de Itabirito na cena da gastronomia mineira tem muito a agregar no desenvolvimento econômico da cidade, uma vez que a gastronomia fomenta o turismo e com o turismo a cidade alcança maior diversificação econômica.

“A gastronomia é uma das grandes locações de Itabirito. Temos o nosso ícone de gastronomia, que é o pastel de angu, que hoje é um bem imaterial reconhecido pelo patrimônio histórico municipal e estadual (IEFA) .(…) Mais uma vez fica comprovado que vale a pena o poder público fazer esse tipo de investimento na qualificação da rede de serviços da cidade e ela nos responder come essa eficiência, gerando fluxo, promovendo emprego e renda ainda que temporários, mas a gente já vê a economia da cidade se transformando para uma atividade nova, que não a mineração, mas a atividade turística”, conclui.