Geral

Itabirito: UFMG, Catana Agropecuária e Prefeitura trazem Centro de Piscicultura

Instalações da escola rural no Catana devem se tornar um Centro de Piscicultura em Itabirito.

A Escola de Veterinária da Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG, a Catana Agropecuária e a Prefeitura de Itabirito, por meio da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, firmaram uma parceria para instalar um Centro de Piscicultura no município. A assinatura do Termo de Cooperação aconteceu em cerimônia no Gabinete do Executivo e, agora, as partes ficam legalmente autorizadas a utilizar as instalações da escola rural no Catana para concretizar o projeto.

A iniciativa é considerada uma importante ferramenta para o desenvolvimento da piscicultura ornamental e de corte em Itabirito e trará benefícios para os pequenos produtores e agricultores familiares. “Além do fortalecimento da zona rural, a ação promove a diversificação econômica, por meio da valorização e capacitação do pequeno produtor. Esta é uma saída eficaz que nos abre novas possibilidades na cidade”, avalia Antônio Avelar, secretário da Prefeitura.

O projeto foi idealizado pelo  doutorando em Zootecnia pela UFMG, Reinaldo Filho, em parceria com o coordenador do programa de Pós-Graduação, Prof. Ronald Kennedy Luz. “Ano passado iniciamos o projeto de piscicultura. Dentro da fazenda da nossa empresa, existe uma área escolar que estava inutilizada e aí surgiu esta ideia de instalar ali um centro de ensino. Acredito que é uma grande contribuição, já que a iniciativa conta com a parceira da UFMG, que é uma instituição de renome em piscicultura. A assinatura do termo é importante para o município, uma vez que promove a diversificação da arrecadação, voltada atualmente ao minério de ferro, e que pode ser uma alternativa interessante para a economia local”, explicou Reinaldo.

Prefeito assina parceria (foto: Semco PMI)).

Para o prefeito de Itabirito, Alex Salvador, a iniciativa é assertiva: “Devido às modificações da educação na zona rural, o espaço ficou desativado e surgiu esta grande oportunidade de aproveitamento daquelas estruturas. A piscicultura ornamental é considerada, hoje, um dos setores brasileiros mais lucrativos. Promover ações como essas na cidade são prioridade em nosso governo”.

A inciativa reúne diversas parcerias que estiveram presentes na assinatura do Termo de Cooperação: autoridades do Sindicato Rural, Associação dos Produtores da Agricultura Familiar de Itabirito (Apafi), Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater), Instituto Mineiro de Agropecuária (Ima) e Agência de Desenvolvimento Econômico e Social de Itabirito (Adesita).

Piscicultura em Itabirito

A piscicultura – ou criação de peixes – em Itabirito será voltada para os segmentos ornamental e de corte. A estrutura contará com laboratório, sala de treinamento e escritório. Os pequenos produtores e agricultores familiares receberão informação técnica e científica para produção agropecuária no local. “Este termo veio em uma boa hora para a Universidade, para a empresa Catana e também para Itabirito. A ideia é ministrar cursos de capacitação para a população, de acordo com a demanda do município. O espaço pode ser uma grande aliada da Escola de Veterinária da UFMG”, destaca o professor Ronald Kennedy Luz, referência no assunto.

Fonte: Semco PMI.

Tags

Jornalismo - Sou Notícia

Entre em contato com a equipe de jornalismo do portal Sou Notícia: jornalismo@sounoticia.com.br

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *