Geral

Poliesportivo da Carioca recebe alunos do Cemi enquanto escola é reformada

Todos os estudantes estão instalados e assistindo suas aulas normalmente enquanto acontecem as obras no Cemi.

O Centro Educacional Municipal de Itabirito (Cemi), antigo Ginásio Guilherme Gonçalves (GGG), é um prédio centenário que faz parte do Patrimônio Histórico da cidade, por isso, é necessário muito cuidado e estratégia para que o monumento receba as reformas que precisa, ao mesmo tempo em que os estudantes continuam assistindo as aulas.

A partir desse cenário, desde o dia 14 de março, a escola foi transferida para o Poliesportivo Francisco Carlos Bernardes de Oliveira, o Poliesportivo da Carioca, no bairro Santa Rita. Lá foram improvisados uma cozinha, três salas de aulas, espaço para administração, maquinários e depósitos, laboratório de ciências e sala para professores; além de vestiário, banheiros e portaria. Outras cinco salas modulares foram construídas na quadra externa para receber cerca de 500 alunos, divididos em três turnos. A sede temporária conta, ainda, com um anexo externo que funciona como salas de aula, informática e biblioteca.

A estrutura é muito boa. Eles organizaram muito bem, nem imaginava que seria desse jeito! Temos ar condicionado e a estrutura modular que virou uma excelente sala de aula”, avalia Pablo Gabriel Bonora Mateus, de 12 anos, aluno do 7 º ano. “Já gostava muito do Cemi no antigo prédio e aqui gostei ainda mais. As salas são muito bem estruturadas. Todas as escolas pensam sempre nos alunos antes de fazer qualquer coisa e eles fizeram tudo pensando no nosso bem e no nosso futuro”, opina Laura Júlia Nascimento de Souza, de 11 anos, aluna do 6º ano.

Para a diretora da escola, Eliane Aparecida de Souza, a mudança foi benéfica: “Estamos com salas amplas e pintadas em um espaço maior para os alunos. Aqui, temos muitos banheiros também, o que era um problema na antiga sede, por causa da infraestrutura. Os alunos e servidores estão gostando muito do novo espaço, que é mais seguro e confortável para todos. Tivemos um apoio muito grande do Transporte Escolar, com monitoras na porta da escola, o que garante maior segurança na chegada e saída de alunos”.

 

 

Fonte: Semco PMI.

Tags

Jornalismo - Sou Notícia

Entre em contato com a equipe de jornalismo do portal Sou Notícia: jornalismo@sounoticia.com.br

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale com Sou Notícia