Opinião

A macumba na atualidade

Fé ou religiosidade?

A macumba geralmente representa os cultos afro-brasileiros. Porém existem pessoas que a praticam como religião: “os macumbeiros”, que variam de região para região onde é praticado. No alto espiritismo é considerado como uma forma de mediunidade.

Não há normas, limites ou proibições em seus rituais.

Há uma mistura de todos os deuses, de acordo com cada terreiro. Preferem atuar nas periferias, não desprezando também os melhores locais. Há pessoas de todos os níveis, predominando a classe mais pobre.
Começou com a perseguição com a religião dos escravos que, com medo, faziam tudo às pressas.

As sessões de macumba

Variam de local para local e se assemelham à Umbanda, só que separam as sessões para as diversas entidades, deixando as sextas-feiras à meia noite para os Exus. Suas práticas e serviços são conduzidas sob os mesmos sons da Umbanda.

Oferendas

É exigida pelo guia, que marca dia, hora e local para a entrega; e costuma manifestar-se no local, leva o nome de “obrigação”. É uma forma de pagamento, também de “comunhão do cavalo, médium com o guia”. Podem ser através de pipocas, cachaça ou outras bebidas – ou de acordo c/ a vontade do guia.

Descargas

Dizem afastar más influências, através de defumações, banhos, queima de pólvora; nos cemitérios, encruzilhadas, mar, matas e cachoeiras. Tudo temperado com mentiras, enganos, que levam as pessoas à loucura e morte, ficando presas ao diabo, que sempre lhes cobrará alguma oferenda (canjerê).

Há um texto nas escrituras sagradas que diz assim: “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. A verdade é que as pessoas estão carentes do verdadeiro Deus. Nessa busca, tudo que é oferecido, elas aceitam, vão em busca de preencher o vazio que tanto incomoda nossa geração. Muitos vão aos bares, outros, bailes; ou numa boca de fumo, comprar drogas. Tudo isso em busca de paz na alma, até que lhe é oferecido muitas religiões, como Igrejas Evangélicas, Católicas, Espíritas, Templos Islâmicos… Mas a verdadeira felicidade e o preenchimento do vazio você só encontra em Cristo Jesus – através do Divino Espírito Santo.

“Ele veio buscar e salvar o perdido”. Está nas Escrituras Sagradas, que ele veio desfazer as obras do diabo. Saiba de uma coisa, querido leitor, a religião – na atualidade – é a causa de tantas guerras e conflitos. Deixe a religião de lado e olhe para a Cruz – o símbolo da nossa vitória. Carregue a sua cruz e siga a Jesus.

Deus abençoe a você, a sua casa e sua família.

Pastor Anderson Martins é presidente da Assembleia de Deus Missão – Ministério Itabirito, presidente do Conselho Educativo de Evangélicos de Itabirito (Colei), presidente da Associação Projeto Resgate Comunidade Terapêutica, filiado à Convenção Geral das Assembleias de Deus do Brasil (CGADB), Capelão pela União dos Evangélicos do Brasil (UceBras). Casado, pai de quatro filhos, formado em Teologia pela Escola Bíblica Permanente Sião e comunicador. Tem sempre uma palavra de motivação e sabedoria para seus leitores e ouvintes. 

Tags

Jornalismo - Sou Notícia

Entre em contato com a equipe de jornalismo do portal Sou Notícia: jornalismo@sounoticia.com.br

Artigos relacionados

Um comentário

  1. Nossa ridículo essa reportagem, intolerância religiosa e crime. Precisamos saber respeitar as mais diversas religiões. Tudo o que ela e asneiras e preciso conhecer primeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *