Geral

Postos que não derem desconto no diesel poderão ser multados em R$ 9,4 milhões

Suspensão temporária de funcionamento dos postos está entre as medidas do governo caso haja aumento do preço do diesel.

O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, afirmou nessa quinta-feira (31) que o diesel mais barato, com desconto de R$ 0,46, chegará aos postos e aos consumidores finais a partir deste sábado (2). Padilha disse que os postos devem começar a comprar o diesel mais barato nesta sexta-feira (1).

A Secretaria Nacional do Consumidor, segundo o ministro, vai assinar um termo de cooperação técnica com a Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e Lubrificantes (Fecombustíveis), uma das entidades que representam os postos. “As partes se comprometem a fazer com que esse desconto seja repassado para o consumidor. Esse acordo obriga que esse desconto chegue ao consumidor, e há previsões de sanções administrativas”, ressaltou.

Padilha citou ainda que, caso haja aumento indevido no preço do diesel, os postos poderão receber multas de até R$ 9, 4 milhões, suspensão temporária de funcionamento, interdição ou até cassação da licença de funcionamento do posto.

Tags

Jornalismo - Sou Notícia

Entre em contato com a equipe de jornalismo do portal Sou Notícia: jornalismo@sounoticia.com.br

Artigos relacionados

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *