Geral

Produção industrial obtém crescimento de 13,1% de maio para junho

Crescimento atinge seu maior registro, desde a série histórica da pesquisa de 2002.

Segundo dados divulgados hoje (2), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a produção industrial obteve um crescimento de 13,1% (de maio para junho). O que permitiu a recuperação da queda de 11% apresentada em maio, devido à paralisação dos caminhoneiros.

Também foram constatadas altas na comparação com junho de 2017 (3,5%), no acumulado do ano (2,3%) e no acumulado de 12 meses (3,2%). Na média móvel trimestral, houve o crescimento de 0,5% na produção.

Com relação ao período de maio para junho, houveram altas registradas nas quatro grandes categorias pesquisadas, destacando-se: a produção de bens de consumo duráveis (34,4%) e para os bens de capital, isto é, as máquinas e equipamentos (25,6%).

Os bens de consumo semi e não duráveis apresentaram alta de 15,7% e os bens intermediários, ou seja, os insumos industrializados utilizados no setor produtivo, crescimento de 7,4%.

As principais influências positivas para a indústria originaram-se dos veículos automotores, reboques e carrocerias (47,1%), produtos alimentícios (19,4%), bebidas (33,6%) e produtos de minerais não-metálicos (20,8%).

O setor de produtos derivados do petróleo e biocombustível permaneceu estável e apenas três atividades apresentaram queda. O maior recuo veio do setor de outros equipamentos de transporte (-10,7%). As informações da Agência Brasil.

Tags

Jornalismo - Sou Notícia

Entre em contato com a equipe de jornalismo do portal Sou Notícia: jornalismo@sounoticia.com.br

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *