Opinião

Jair Bolsonaro no covil dos leões

Os leões e tigresas escolhidos para “entrevistar” Bolsonaro eram, na verdade, gatos de apartamento.

De nada adiantou o circo armado pelo alto comando da emissora pública TV Cultura – estatal pertencente ao governo de São Paulo – na tentativa de transformar o programa Roda Viva em um espetáculo romano bestiário, que como informa a Wikipédia (ironia), era uma forma de execução em que um homem era exposto a animais ferozes e famintos, usualmente tigres e leões, para que lutassem até a morte da vítima humana.

Para o azar da emissora paulista (e sorte dos eleitores indecisos), os leões e tigresas escolhidos para “entrevistar” Bolsonaro eram, na verdade, gatos de apartamento, que se forem soltos na natureza, morrem de fome, tamanha a baixa qualidade dos profissionais, que mais se assemelhavam a militantes ideológicos.

Jair Bolsonaro sobrepujou com muita facilidade os sabatinadores, pois insistiam em levar o jogo para um campo cujo domínio por parte do presidenciável é muito amplo: regime militar, rótulos atribuídos a ele com os já conhecidos sufixos “istas” (machista, racista, retratista, etc.) e as declarações polêmicas e controversas feitas pelo deputado no passado (algumas há mais de 20 anos).

As perguntas acerca de propostas para o país, que os telespectadores tanto esperavam, foram postas de lado pelos militantes de esquerda travestidos de jornalistas.

O sentimento é que nós, eleitores, perdemos uma grande chance de conhecermos melhor as propostas do candidato que lidera a corrida ao posto máximo da república, uma vez que o comando de um dos mais tradicionais programas de entrevistas do nosso país optou por tentar destruir a reputação de Bolsonaro, ao invés de sabatiná-lo como deveria.

O que os entrevistadores conseguiram, com destaque para a atuação desastrosa de Leonêncio Nossa e Bernardo Mello Franco, foi passar vergonha em rede nacional, aumentando ainda mais a musculatura eleitoral e o capital político de Jair Messias Bolsonaro.

Reprodução.

Eduardo Barbosa é filho de Antonio Barbosa (Tony Foto) e Naura Barbosa. Nascido e criado na “Carioca” em Itabirito e apaixonado pela Cidade Encanto. Engenheiro de Produção e Segurança do Trabalho, é casado e pai de três filhos. Ferrenho defensor da cultura ocidental judaico-cristã, defende seus ideias em seu grupo de Facebook “Itabirito MG (com liberdade de expressão)”.

Tags

Jornalismo - Sou Notícia

Entre em contato com a equipe de jornalismo do portal Sou Notícia: jornalismo@sounoticia.com.br

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *