Geral

Começa nova regra de cartões de crédito feita para reduzir calote

Rotativo do cartão de crédito pagará juros regular.

Algumas mudanças que devem refletir nos juros cobrados nos cartões de crédito passam a valer a partir desta sexta-feira (1). São as novas regras anunciadas pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) que, entre outras melhorias, pretende reduzir os calotes.

Os bancos, por exemplo, não podem mais cobrar juros maiores de clientes que estão no crédito rotativo, quando valor total da fatura não é pago no vencimento, e ficam inadimplentes.

Com a mudança, os juros para quem atrasa o pagamento será o mesmo do crédito rotativo, somado a 2% de multa e 1% de juro de mora ao mês. Antes, alguns bancos cobravam um percentual maior se o cliente que estava no rotativo ficasse inadimplente.

De acordo com o Banco Central, a taxa de juros média cobrada pelo rotativo não regular, sobre o pagamento mínimo de faturas em atraso, em abril, era de 14,29% ao mês. A taxa de juros média cobrada no rotativo regular no mesmo período era de 10,70% ao mês.

Segundo uma pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), um terço dos consumidores que usaram cartão de crédito nos últimos 12 meses teve o cartão bloqueado por atraso no pagamento da fatura. Outros 48% ficaram com o nome sujo por causa da inadimplência no cartão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
×