Opinião

Pense antes de falar, pergunte antes de agredir!

Quem acha que o futebol não pode ensinar nada de liderança está bem enganado.

Quem acha que o futebol não pode ensinar nada de liderança está bem enganado. Há algum tempo, o Flamengo levou um chocolate do Fluminense e, como era de se esperar, o barraco desabou!

No meio de muitas brigas e reclamações, uma me chamou a atenção – o goleiro Júlio César e o técnico Evaristo de Macedo trocaram “elogios” pela imprensa.

Logo após o jogo, os repórteres já estavam nos vestiários “criando” um clima de confusão entre os dois. O jogador não percebeu logo o que estava acontecendo. Acreditou no que o repórter falou sem imaginar que poderia ser um engano ou uma isca. Sem apurar se o treinador tinha mesmo falado que ele era burro, já foi logo disparando: burro é ele. E por aí foi.

Logo depois o técnico foi ouvido. De novo o repórter veio com uma isca: “O Júlio César falou que burro é você!”. O técnico, mais experiente, tratou de acalmar a situação: “Eu não falei que ele era burro. Falei que o time tinha sido burro em não esperá-lo voltar ao gol para bater a falta!”.

Pois é, muito tumulto por nada. A parte boa da história é que o goleiro ligou na segunda-feira para o técnico e se desculpou pela precipitação.

Dois aspectos são importantes no exemplo citado:

  1. Cuidado com os atiçadores. Há uma pessoas que se submetem ao papel de atiçadores de desavenças. São umas figuras perigosas. Querem ver confusão, deleitam-se nos problemas de relacionamento. Abra bem os olhos e os ouvidos. Sempre que alguém chegar dizendo que fulano falou ou fez algo contra você, vá perguntar e conferir antes de reagir. De preferência levando junto o atiçador, que fará de tudo para escapulir.
  2. Se você fala antes de pensar, seja humilde para pedir desculpas – é lógico que você pode escolher o sistema do bateu levou. Mas, se você é líder, saiba que há necessidade de respeitar as pessoas e valorizar os relacionamentos. Quando a fala é precipitada, é preciso estar aberto e disposto a pedir desculpas. Escute, o hábito de perguntar antes de formar opinião sobre fatos ou pessoas é fundamental. Isto lhe dará oportunidade de agir com sabedoria e com justiça; atitudes fundamentais em liderança.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
×