Geral

Prefeito Alex Salvador fala sobre o Julifest 2018

Em entrevista ao Sou Notícia, o prefeito de Itabirito, Alex Salvador, fala sobre o sucesso da 27ª edição do Julifest e sobre outros assuntos relacionados à festa.

Qual balanço você faz do Julifest 2018?
100% sucesso em tudo. Absolutamente tudo. De show, até segurança; limpeza. 100%. Espetacular!

Já existe uma estimativa de quanto foi arrecadado com a festa?
Sobre as barracas, nós teremos dentro de, aproximadamente, uma semana. Mas eu posso te falar, com toda certeza, que quem não vendeu muito, pode até não ter dado sorte ou então as pessoas não deram preferência. A barraca do Córrego do Bação, por exemplo, vendeu aproximadamente R$ 90 mil em quatro dias. Saldo positivíssimo. Os shows foram de primeira categoria e está todo mundo falando isso. Inclusive em rede nacional. Uma festa de, aproximadamente, 35 a 40 mil pessoas por dia, e quase não teve briga. Pouquíssimas brigas e discussões bobas.

O Julifest é um evento que, a cada ano, torna-se mais popular. Em função disso, há algum projeto de expansão da festa?
Por enquanto, nenhum. Infelizmente, nós não podemos trabalhar muito com o futuro mais. O administrador público, o prefeito principalmente, ele não tem mais aquela prerrogativa e condição de trabalhar pro futuro. A gente trabalha ‘apagando incêndio’ todo dia e toda hora. Raríssimas exceções, como é o nosso caso, que estamos fazendo grandes e várias obras pela cidade inteira. Uma na avenida José Farid Rahme, que teve uma pequena paralisação, mas que retorna em breve. Foi uma previsão do ex-prefeito Juninho. Fantástica, espetacular; que deu muito certo. Sobre a festa, ainda dá pra comportar o público no local. Mas, acredito eu, que nós vamos ter que procurar outro espaço, inclusive fora da cidade, pra poder fazer isso. Porque na área central, na sede da cidade, nós já não temos mais espaço para isso. Ou nós vamos limitar a festa ou vamos procurar um espaço maior.

No acesso 1 ao Julifest, próximo ao EPA, existe uma grande aglomeração de pessoas, além dos ambulantes e veículos. Existe algum diálogo para melhorar o trânsito local e amenizar a situação nas próximas edições?
Ali não é lugar para trânsito nos dias de festa. É um ou outro carro que passa, mesmo assim em determinados horários. Aquelas barracas que ficam próximas ao supermercado não atrapalham a renda das associações, além de ser uma forma de adquirir boa renda durante os dias de festa.

E sobre a segurança pública, como divulgado pelo Sou Notícia, não teve nenhuma morte ou crime durante o Julifest. Qual sua avaliação sobre isso?
Festa muito organizada, boa, que oferece boas músicas e boas atrações, inibe o marginal de participar dela. Sempre prevenindo, com revista, muitos seguranças e policiais à paisana dentro da festa. A segurança particular, batalhão de choque, os Bombeiros e, principalmente, a Guarda Municipal, que trabalhou muito bem, na área do Julifest e no entorno também.

Recentemente, durante um programa na Rádio Cidade, você demonstrou tristeza ao falar sobre a Operação Pedra Vermelha, e algumas pessoas falaram que o Julifest seria um fracasso. O que você tem a falar sobre isso?
Eu só tenho a lamentar. Não só pela Operação. As pessoas que promoveram isso estão fazendo mal pra cidade. Isso tudo vai ser esclarecido no tempo certo. Vou me limitar a dizer isso. Não falo sobre Justiça, não comento sobre isso. Eu sei que vai ser tudo esclarecido. Disso eu tenho certeza. Agora, quanto a isso, sobre Julifest dar certo ou errado, sempre tem aqueles que torcem contra. Uma minoria da população, que não é contra apenas o governo do Alex, é contra a cidade. Eles sempre foram contra a cidade. Nunca trabalharam pela cidade, mesmo quando estavam no poder. Olha a quantidade de coisas que nós fizemos, estamos fazendo e vamos fazer.

Com o fim do Julifest, o que a população de Itabirito pode esperar de novidade em relação às festas na cidade?
Existe um calendário de festas e nós seguimos, se não for rigorosamente, pelo menos perto do que a gente prevê. Então nós temos várias outras festas. Está chegando o Festival da Canção; Jazz Gourmet, Festa da Cidade, Fest Gospel e Festa de Primavera. Itabirito é uma cidade com muita festa organizada, que rendem não somente pro entretenimento, como pro comércio, girando a economia da cidade. Nunca é gasto. Sempre é investimento.

Qual agradecimento você tem a dizer para população que prestigia o Julifest?
A população sempre reconhece. Tanto é que olha a quantidade de eleições que nosso grupo ganhou. Então nós não podemos reclamar. Eu fui muito bem recepcionado no Julifest, tanto na abertura que eu fiz, anunciei o show, fiz o encerramento em cima do palco, sem retaliação nenhuma. Rodei no Julifest dia e noite sem problema nenhum. Até pelo contrário. Recebi elogios e as pessoas parabenizaram a festa. É isso que nós precisamos. Eu nunca perdi incentivo. Já fiquei triste e estou no momento. Esse tipo de coisa a gente leva pro resto da vida. Mas perder o entusiasmo em fazer as coisas boas pra população, jamais. Até o dia 31 de dezembro de 2020, o pau come.

Tags

Jornalismo - Sou Notícia

Entre em contato com a equipe de jornalismo do portal Sou Notícia: jornalismo@sounoticia.com.br

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale com Sou Notícia