Geral

Estação de Tratamento de Esgoto e Centro de Controle Operacional (CCO) de Itabirito recebem visita da Copasa

O intuito da visita era conhecer o sistema Wetland, implantado no ETE de Itabirito.

Na última sexta-feira o Serviço Autônomo de Saneamento Básico de Itabirito recebeu em sua Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) equipes de diversas sedes da Copasa em Minas Gerais. O intuito da visita era conhecer o sistema Wetland, implantado no ETE de Itabirito.

Administrado pela empresa Wetlands, o sistema de Wetland consiste na abertura de valas cobertas por sistema de impermeabilização que possui plantas na superfície, cujas raízes recebem o lodo do sistema de tratamento de esgotos após o seu tratamento. Esse material vai ser degradado pelas raízes das plantas e utilizado em forma de nutrientes. Outra grande vantagem é a questão estética, pois é possível montar um belo jardim na superfície do solo com o sistema de tratamento atuando embaixo do solo.

Pensando na adesão do sistema, representantes das sedes da Copasa das cidades de Curvelo, Paracatu, Salinas e Patos de Minas, foram guiados pelo biólogo sanitarista André Baxter em uma apresentação do projeto piloto instaurado na ETE.

Com demonstrações do funcionamento do Wetland, André explicou as vantagens que esse método traz, tanto para a natureza, quanto para a empresa que o utiliza, contando até com uma vantagem na questão estética, pois o sistema permite a criação de um jardim na superfície do solo com o sistema de tratamento atuando embaixo do solo.

A visita também aconteceu no CCO – Centro de Controle Operacional do Saae, com o objetivo de conhecer o sistema de monitoramento dos reservatórios para possível implantação nas cidades onde a Copasa presta seus serviços de saneamento.

Um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
×