Geral

Haddad discute com mulher em igreja após ser chamado de “abortista”

Mulher abordou candidato do PT e ele respondeu: "você deve ser ateia".

Fernando Haddad, candidato do PT à Presidência da República, discutiu com uma mulher na manhã desta sexta-feira (12), após ser chamado de “abortista” na paróquia Santos Mártires,  na zona Sul de São Paulo. Ele estava participado de uma missa na igreja quando a confusão começou.

“Eu sou neto de um líder religioso. Você deve ser ateia”, disse Haddad, em resposta à acusação. O momento da discussão foi gravado pela mulher e divulgado nas redes sociais. Durante a missa e após a cerimônia, a mulher fez filmagens, transmissões ao vivo pelo celular para uma rede social e disse que iria “denunciar” o ato.

A mulher, que não quis se identificar, disse que a presença de Haddad no templo era vista como um sacrilégio. “A Igreja Católica não permite. Ele é um abortista, não tinha que estar aqui dentro”, afirmou.

Padre Jaime Crowe, responsável pela paróquia, disse, durante a missa de celebração do Dia de Nossa Senhora Aparecida, que era uma honra receber Haddad, sua esposa Ana Estela e a candidata a vice-presidente Manuela D’Ávila (PCdoB).

O petista fez um discurso em frente à igreja pedindo apoio dos fiéis. “Nunca deixei de olhar todo mundo. Todo mundo é igual, ninguém é melhor do que ninguém”, discursou. Após a celebração, Crowe, que é amigo de Lula, declarou apoio a Haddad.

Confira o momento da discussão:

*Com informações do Estadão Conteúdo. 

2 Comentários

  1. O PT é a favor do aborto, da legalização das drogas, de bandido nao ser preso, do fim do ensino religioso nas escolas, aquela maldita da manuela se diz perseguida por ser atéia! E depois aparecem todos na igreja e ainda comungando como se fossem devotos confessados e fiéis!!! São os próprios demonios encarnados! E esse padre nao fcia longe por defender e usar a casa de Deus para puxar o saco desses lixos malditos!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
×