Geral

Bolsonaro recebe visita de Eduardo Costa e influenciadores digitais gays

Encontrou aconteceu na tarde desta terça-feira (16).

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) recebeu em sua casa, no Rio de Janeiro, na tarde desta terça-feira (16), a visita do cantor sertanejo Eduardo Costa e dos influenciadores digitais Agustin Fernandez e Karol Eller. Durante o encontro, transmitido ao vivo na página do Facebook de Bolsonaro, o candidato se emocionou ao relembrar o atentado sofrido em 6 de setembro, na cidade de Juiz de Fora (MG).

Bolsonaro chorou ao falar que, no momento do ataque, pensou apenas em sua filha caçula, Laura (7). “Só pensava na minha filha e que ela iria ficar órfã”, relembrou.

O pesselista aproveitou para comentar que o ataque serviu para impulsionar ainda mais sua vontade em disputar a eleição presidencial. “Depois da facada, fiquei com mais tesão ainda”, afirmou.

O candidato à Presidência da República reforçou que não é homofóbico e que sua luta é contra a desconstrução da heteronormatividade e da abordagem à sexualidade nas escolas. “Minha briga é contra essa doutrinação em sala de aula.”

O cantor Eduardo Costa aconselhou Bolsonaro a modificar a legislação eleitoral, caso seja eleito, e reintroduzir no cenário político os showmícios e comícios. Segundo ele, esses eventos eram uma “oportunidade para artistas de menor expressão”.

O maquiador e influenciador digital Agustin Fernandez, homossexual assumido, já havia se manifestado publicamente, no fim de setembro, contra o movimento #EleNão. Agustin se mostrou favorável à candidatura de Jair Bolsonaro à presidência da República. Com 1 milhão e meio de seguidores no Instagram, o influenciador relevou seu apoio ao presidenciável e afirmou que não consegue ser hipócrita. “E antes de tudo peço desculpas por não saber ser hipocrita. Eu não sei falar o que as pessoas querem ouvir ou me aderir à campanha sem nexo apenas pra ganhar curtidas e comentários, eu não sei ser um Maria vai com as outras”, iniciou o influenciador digital. “Nunca fui! Não estou aqui pra dizer em quem você tem que votar, mas de coração pedir pra você não jogar seu voto fora anulando-o ou votando em candidato que você sabe que não vai se eleger, neste momento o Brasil precisa de você, NOSSO PAÍS É LINDO E TEM CONDIÇÕES DE SER O LAR MAIS ACONCHEGANTE DO MUNDO! Lavar as mãos neste momento é um ato de covardia. Amo e respeito todos, mas pra mim è #eleSIM”, escreveu.

Já a youtuber Karol Eller, lésbica assumida e influenciadora digital, seguida por mais de 600 mil pessoas no Facebook, também declarou apoio a Jair Bolsonaro em suas redes sociais. “Para responder aqui para os meus seguidores que se perguntam por que uma lésbica apoia Bolsonaro? Eu sou sim a favor de Bolsonaro, porque em momento algum eu vejo que essas coisas que o pessoal tenta manchar a figura de Bolsonaro, dizendo que ele é contra os gays, pois eu não vejo nenhuma palavra saindo da boca dele dizendo que ele odeia os gays”, disse Karol, em um vídeo publicado no Facebook.

Confira o vídeo do encontro entre Bolsonaro e as personalidades da mídia:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
×