Geral

Homem é encontrado morto em pensão que hospedou agressor de Bolsonaro

Dona da pensão também morreu no mês passado em razão de um câncer terminal.

Um homem identificado como Rogério Inácio Villas, de 47 anos, foi encontrado morto nesta terça-feira (16) na mesma pensão que hospedou o agressor de Jair Bolsonaro (PSL), Adélio Bispo de Oliveira, no bairro Santa Helena, em Juiz de Fora (MG). O corpo não apresentava sinais de violência e estava com os músculos endurecidos.

De acordo com testemunhas, o indivíduo era usuário de drogas e esteve internado por um tempo para se tratar da dependência química. Recentemente, ele teria sido internado com pneumonia.

A Polícia Militar informou que Rogério estava hospedado na pensão há três meses, coincidindo com o período em que Adélio Bispo de Oliveira também ficou na residência. A pensão tem capacidade para 20 pessoas e conta com 15 quartos.

Dias após o atentado contra Bolsonaro, ocorrido na cidade mineira em 6 de setembro, a dona da pensão, Aparecida Maria da Costa, faleceu em decorrência de um câncer terminal. A proprietária do imóvel chegou a ser ouvida pela Polícia Federal durante as investigações pelo crime cometido por Adélio Bispo de Oliveira.

Confira o Boletim de Ocorrência, registrado na 7ª Delegacia de Polícia de Juiz de Fora, divulgado pelo site O Antagonista: 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
×