Geral

Bruna Marquezine anuncia término de namoro com Neymar e o pivô pode ter sido Bolsonaro

Atriz confirmou o fim do relacionamento nesta quinta-feira (18), durante a festa de 30 anos da grife Les Lis Blanc.

Neymar e Bruna Marquezine já não formam mais o carismático casal “Brumar”. A atriz confirmou o término do relacionamento à imprensa nesta quinta-feira (18), durante a festa de 30 anos da grife Le Lis Blanc. Segundo Bruna, foi atacante do Paris Saint-Germain quem decidiu pelo fim do namoro.

“Eu sei que vocês (jornalistas) têm de perguntar, vocês sabem que eu normalmente não falo da minha vida pessoal. Eu vou falar sobre isso porque tenho de falar, mas será só uma vez. A gente terminou, foi uma decisão que partiu dele. Temos muito carinho e respeito“, afirmou a atriz.

Há especulações de que a separação teria se dado por conta de um desentendimento político. Bruna, afinal, se posicionou em suas redes sociais contra o presidenciável do PSL Jair Bolsonaro. Há quem diga que Neymar é simpatizante do candidato. Marquezine, no entanto, negou a divergência política.
“Está tudo certo, está tudo bem. Eu vi muita gente falando que esse término parte de um desentendimento político. E eu queria deixar bem claro: não foi político. Eu quero que isso fique bem claro”, disse a artista aos jornalistas.
Pra quem não sabe, os rumores de crise começaram após Bruna curtir um post que dizia “Se seu namorado ou marido vota em candidato machista, ele te vê como inferior SIM!”. A situação aconteceu logo após Neymar curtir uma publicação de um amigo que apoia Bolsonaro. A atriz se posicionou contra o presidenciável, participando do movimento #EleNão e declarando voto em Ciro Gomes (PDT). As informações são do Portal Uai e do Portal Holanda. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
×