Geral

Escolas já podem escolher obras literárias para biblioteca e sala de aula

Este é o primeiro ano em que os gestores educacionais podem definir os livros diretamente.

partir desta quinta-feira (18), está disponível uma lista com mais de 700 títulos literários que podem ocupar salas de aula e bibliotecas da rede pública de ensino no próximo ano. A novidade é que os próprios professores, diretores e coordenadores pedagógicos podem escolher as obras que melhor se enquadrem na proposta da escola. O prazo para finalizar o pedido termina dia 31 de outubro.

Em setembro, os gestores educacionais já haviam selecionado os livros didáticos que utilizarão em 2019, assim como foi feito em outros anos. Mas a possibilidade de, pelo Programa Nacional do Livro e Material Didático (PNLD), as unidades escolares também definirem a produção literária só foi liberada nesta edição.

Para entrar na lista, as obras inscritas por edital foram avaliadas por especialistas das áreas de Letras e de Educação indicados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que coordena o programa. Este ano, entraram ainda livros em língua inglesa para o ensino médio.

Dentre os critérios para a seleção, foram considerados a qualidade estética e do texto; a adequação de categoria, de tema e de gênero literário; o projeto gráfico-editorial e a qualidade do material de apoio, quando é o caso. Os avaliadores também levaram em conta o respeito a critérios de “adequação linguística e de isenção de preconceitos, moralismos ou estereótipos”.

Orientações

No guia sobre o PNLD literário, o FNDE instrui os gestores e professores a observarem outros pontos na hora de selecionar as obras da lista: o contexto da escola, seu Projeto Político Pedagógico, o perfil dos estudantes e as demandas mais emergentes em relação ao trabalho com o texto literário na educação infantil, nos anos iniciais do ensino fundamental e no ensino médio.

O órgão também destaca que os livros a serem encaminhados são reutilizáveis. Logo, devem ser devolvidos ao final de cada ano letivo. Com isso, as escolas devem promover campanhas de conscientização sobre a necessidade de conservar o material. De acordo com o FNDE, a meta de devolução das obras em bos estado é de 90%.

A escolha dos livros deve ser feita por meio do sistema PDDE Interativo. A lista das obras e outras informações estão no Guia Digital PNLD2018 – Literário. As informações são do Governo do Brasil e do FNDE.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
×