ComportamentoGeral

Sala do projeto Coletivo Jovem do Instituto Coca-Cola Brasil é inaugurada em Itabirito

Evento contou com a presença do prefeito de Itabirito, Alex Salvador.

Na tarde desta quinta-feira (20), foi inaugurado oficialmente o espaço utilizado para a formação dos estudantes do programa Coletivo Jovem do Instituto Coca-Cola Brasil. O evento aconteceu às 15h na Agência de Desenvolvimento Econômico (Adesita). Autoridades municipais, como o prefeito de Itabirito, Alex Salvador (PSD), além de líderes comunitários e empresários parceiros marcaram presença.

A estrutura local conta com 11 computadores, ambiente climatizado e material multimídia. Ao longo deste ano, seis turmas já foram atendidas no espaço.

O Projeto Coletivo Jovem tem como finalidade empoderar jovens de 16 a 25 anos por meio da capacitação, valorização da autoestima e conexão com novas oportunidades de geração de renda. O projeto, além de fomentar a conexão com oportunidades em parceiros de empregabilidade, realiza também parcerias com ONG’s locais. Em números consolidados entre o período de 2010 a 2015, 117.846 jovens foram impactados pelo projeto em todo o Brasil. Existem mais 121 unidades do projeto em 12 estados.

O Coletivo Jovem tem como causa principal a empregabilidade e entende que o processo de desenvolvimento profissional dos jovens vai além da vaga de emprego. A metodologia desenvolvida possui 80% do conteúdo voltado para o desenvolvimento sócio emocional dos jovens, garantindo que escolhas profissionais sejam tomadas de maneira planejada e estejam conectadas com um plano de vida maior. Durante o programa, os jovens são estimulados a realizar projetos práticos nas comunidades onde vivem. Além de conteúdos teóricos, práticos e lúdicos nas áreas de marketing, vendas, comunicação, tecnologia, eventos e outros, o programa também possui uma plataforma virtual de aprendizagem, que pode ser acessada dentro ou fora das salas do Coletivo. Por meio de todas essas ferramentas, além do aprendizado técnico, os jovens exercitam o protagonismo, a colaboração e as habilidades de comunicação e análise crítica.

Durante as aulas, os participantes se desenvolvem profissionalmente, aprendem a elaborar um plano de vida e aplicam projetos práticos na comunidade onde vivem. “O objetivo central da formação é conectar o jovem a oportunidades de emprego. Os formandos reconhecem que desenvolveram competências profissionais essenciais para quem quer conquistar o primeiro emprego e muitos já foram indicados para o mercado de trabalho”, afirma a coordenadora de operações do Instituto Coca-Cola Brasil, Aline Lima, que prevê a formação de quase 500 alunos de Itabirito em 2019. No evento, Aline destacou a importância da Adesita para viabilizar o Coletivo Jovem em Itabirito e se mostrou satisfeita com os resultados da parceria até o momento.

“A Adesita é a gestora do Coletivo Jovem. Serão oferecidas 480 vagas por ano, com todo um trabalho de capacitação dos jovens, buscando proporcionar oportunidade de emprego. É importante ressaltar que não garantimos o emprego. Porém, é feito um trabalho com as empresas. O primeiro ciclo do Coletivo Jovem contou com 120 participantes e em dois meses, nove pessoas já estão empregadas”, ressalta o gerente executivo da Adesita, Denis Donato.

Para o prefeito de Itabirito, Alex Salvador (PSD), o Coletivo Jovem contribuiu muito para o desenvolvimento da cidade, ao trazer um equipamento de qualificação de mão de obra.

Também participaram da inauguração a analista de assuntos corporativos da Coca-Cola FEMSA, Fernanda Faria e o gerente institucional da Coca-Cola FEMSA, André Porto, sendo que o gerente veio de São Paulo para prestigiar o evento.

Tags

Jornalismo - Sou Notícia

Entre em contato com a equipe de jornalismo do portal Sou Notícia: jornalismo@sounoticia.com.br

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close