ComportamentoItabirito

BH: Esfrega “membro” em mulher e é preso após motorista acionar botão do assédio

Uma situação não muito comum em cidades pequenas, mas nos grandes municípios acontece sempre: “Homens que constrangem mulheres em ônibus coletivos”. A notícia a seguir é uma informação importante para que pessoas do sexo masculino tomem ciência de que existem consequência para atos desse tipo. E, por sua vez, para mulheres que tem a denúncia como arma poderosa. A informação na sequência é do jornal O Tempo de BH.

“Um homem foi preso na manhã deste sábado (9) no bairro Santa Efigênia, na região Centro-Sul de Belo Horizonte, após esfregar o pênis em uma passageira de um ônibus do Move que circulava na cidade. O homem foi cercado pelos usuários do coletivo da linha 51, que faz o trajeto Estação Pampulha/Centro/Hospitais e detido após o motorista acionar o “botão do assédio”, informou o jornal.

À reportagem de O Tempo, a vítima da importunação sexual – crime caracterizado por ato libidinoso na presença de alguém -, uma auxiliar de expedição de 38 anos, contou que estava a caminho do trabalho por volta das 7h30 e passava pela avenida Augusto de Lima, no centro da capital, quando a passageira que estava ao seu lado no ônibus desceu e deu um lugar ao suspeito do crime. Ela, então, percebeu que ele fazia movimentos estranhos com o corpo e chegou a suspeitar que ele tiraria uma arma para a assaltar, momento em que notou o pênis dele encostar em sua cintura.

“Achei que ele estava armado. Quando dei por mim, ele estava masturbando na minha cintura. Eu gritei falando que ele estava mostrando as partes íntimas pra mim. O motorista, então, acionou o botão e ele ficou sem reação. Só ficava falando que não tinha feito nada. Quando chegamos ao próximo ponto, a polícia já estava lá. Nunca passei por nada disso, e nunca achei que fosse passar”, disse a mulher ao jornal.

O suspeito foi detido e levado para prestar depoimento na Delegacia Especializada de Crimes Contra a Mulher, no Barro Preto. A Polícia Civil ainda não informou se o homem tem passagens por outros crimes.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close