EsporteGeralItabiritoMarianaOuro Preto

Mano elogia postura do Cruzeiro para vencer América-MG: “Fez um jogo como está acostumado”

Mano Menezes estava satisfeito. Afinal, o Cruzeiro venceu o América-MG, por 3 a 2, no jogo de ida da semifinal do Campeonato Mineiro, e deu um passo importante para avançar à decisão (veja como foi no vídeo acima). Além do resultado, o que mais agradou ao treinador foi o comportamento do time. Segundo ele, uma postura de equipe que ambiciona a vitória.

– Eu saio satisfeito, fizemos um primeiro jogo fora de casa contra um adversário forte, que é o América, que fez uma campanha muito próxima da nossa, em termos de pontuação, na fase de classificação. A gente veio aqui e fez um jogo como o Cruzeiro está acostumado a jogar, ambicionou a vitória, fez gols para construí-la, e é isso que me deixa satisfeito no jogo de hoje.

O Cruzeiro abriu o placar no primeiro tempo, com Fred. Ampliou no começo da etapa final, novamente com o camisa 9. O América-MG diminuiu a vantagem, com Jussani, mas, de novo Fred, ampliou para 3 a 1. Belusso fechou o placar em 3 a 2.

Mano Menezes avaliou os gols sofridos pelo Cruzeiro. O time não tinha a rede balançada há seis partidas. Para ele, um misto de mérito do América e falha da equipe celeste.

– A gente tem que entender que, às vezes, o adversário também faz gols. Sei que a gente não está acostumado, fazia seis jogos que não sofríamos gol. O pessoal estava desacostumado, mas gol a gente toma também. A gente tem que reconhecer o mérito, acompanhado de pequenas falhas nossas, mas se você não falha… Eles também falharam e nós fizemos o gol em um momento importante do jogo.

Três vezes Fred

A atuação de Fred, autor dos três gols do Cruzeiro, também foi alvo de elogios. De acordo com Mano Menezes, no planejamento de 2019, o clube buscou peças que ajudem o time a explorar ao máximo a capacidade do centroavante.

– Gosto muito do Fred. Defendi ele em momentos que a gente precisava, e fui buscar alternativas para que a gente pudesse tirar proveito de um centroavante como o Fred, e é isso que o Cruzeiro está fazendo. Em determinados momentos, o time precisa jogar para ele, e, às vezes, jogar para ele fazer pivôs, como fez na quarta-feira. Pivôs importantes, que, pela qualidade dele, ele faz muito bem. O toque para o gol do Jadson, pouca gente faz, com um toque só na bola, dentro da área, sendo acossado por dois zagueiros que, normalmente, não são muito amigos. Então, a gente está fazendo isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close