ComportamentoEntretenimentoEsporteGeralItabiritoMarianaOpiniãoOuro Preto

Análise política e técnica sobre possíveis candidatos a prefeito

Artigo de opinião sobre enquete realizada pelo Sou Notícia

Primeiramente gostaríamos de esclarecer, a respeito de levantamentos apontados por alguns internautas, que a enquete realizada pelo site Sou Notícia trata-se de mero levantamento de opiniões, sem controle de amostragem científica.

A Lei n.º 9.504/97 que estabelece normas para as eleições dispõe que é vedada, no período de campanha eleitoral, a realização de enquetes relacionadas ao processo eleitoral. Entendemos que ainda não iniciou o período de campanha eleitoral.

Assim, em consulta ao nosso departamento jurídico, foi verificado que ainda não foi publicada a resolução que fixará data e que aprova a instrução e o calendário para a realização de novas eleições para os cargos de Prefeito e Vice-Prefeito no Município de Itabirito, e consequentemente,  não foi determinada a data limite para que seja registradas pesquisas eleitorais, sendo que, nesse período, não será possível a realização de enquetes.

Com a realização, em breve, de uma eleição suplementar, cuja data e prazos legais são fixados pelo Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), podemos observar que o cenário é que teremos novo Prefeito e Vice em breve.

A cassação do então Prefeito Alex Salvador e seu vice Wolney decorreu de uma ação de abuso de poder econômico ajuizada ainda no ano de 2016 de iniciativa do Ministério Público Eleitoral, sendo que, na época, a Justiça Eleitoral de Itabirito julgou procedente a ação, cassando o mandato dos eleitos.

Como sabemos, o afastamento do cargo só pode ocorrer depois do processo ser julgado em Colegiado por instancia superior. Após os recursos cabíveis na segunda instancia, o TRE-MG confirmou a cassação da chapa Alex e Wolney, afastando-os do cargo. Assim, cumprindo o disposto na Constituição Federal, o Presidente da Câmara vereador Arnaldo dos Santos, que é do mesmo grupo político de Alex, assumiu interinamente a Prefeitura.

Recursos jurídicos com pedidos de liminares para retornar ao cargo foram interpostos por ambos os cassados, mas até a publicação desse artigo de opinião a decisão que prevalece é que teremos eleições suplementares em breve, que ocorrerão após um período curto campanha.

Analisando friamente o atual cenário político e econômico de Itabirito, de um lado temos o grupo político do prefeito cassado Alex, que se por um lado deixa um legado de várias obras realizadas durante seus seis anos de mandato, mas que enfrenta o desgaste de uma cassação, outro temos a oposição, liderada pelo candidato Orlando Caldeira, que ficou em segundo lugar nas eleições de 2016, e outras lideranças podem despontar na corrida eleitoral, como demonstrou a enquete de nomes como Ricardo Oliveira, Vereador pelo PPS e Generoso, atual secretário de Meio Ambiente de Itabirito, seguido pelos Vereadores Rodrigo do Porco e Max Fortes.

A enquete nos mostra um cenário embolado na liderança, tanto de situação quanto da oposição. Se no grupo que está na situação os nomes despontados na enquete são de Generoso, Rodrigo do Porco e Max Fortes, na oposição temos Orlando e Ricardo Oliveira, sendo que os dois são do mesmo partido, e não poderiam ser adversários entre si. Contudo, já se ventila na boca do povo outros nomes prováveis de terceira via, que pode mexer com o cenário político.

Independente das chapas que irão ser formadas com a realização das convenções partidárias, hoje oficialmente não temos nenhum candidato a prefeito, mas apenas candidatos a candidatos, ou pré candidatos, sendo que os nomes tem que ser aprovados pelos partidos e registrados na justiça eleitoral.

Contudo, uma certeza nós temos: que precisamos mais do que meros candidatos, mas sim de gestores, que possam ter capacidade técnica, conhecimento e habilidade política para enfrentar o cenário econômico que temos pela frente.

A incerteza dos impostos da mineração, especificamente da mineradora Vale, cujos complexos mineradores tiveram alteração de risco e consequentemente paralisação das atividades em muitos deles, e também a crise financeira enfrentada pelo Estado de Minas Gerais, exigirá do próximo Prefeito e Vice Prefeito de Itabirito visão, responsabilidade e comprometimento com a administração pública.

Conforme reiterado acima, a enquete da corrida eleitoral em Itabirito trata-se de mero levantamento de opiniões. Assim que forem registradas as chapas que concorrerão nas eleições suplementares, o Sou Notícia buscará entrevistar todos os candidatos, para que eles tenham a oportunidade de apresentar as propostas e planos de governo e como pretendem enfrentar os desafios impostos no atual cenário econômico.

RESULTADO DA ENQUETE
Tags

Artigos relacionados

2 Comments

  1. A situação está bem complicada em nosso estado, reduzindo cargos comissionadas e efetivos que servem de cabides de empregos, já ameniza a situação, pessoas totalmentes despreparadas em cargos que exigem conhecimento e experiencia, infelizmente muitas pessoas despreparadas nos serviços públicos, pessoas que passaram em concursos em outras areas e estão atuando em cargos comissionados falta de respeito com a populaçao, as vezes vc liga na prefeitura a propria telefonista não sabe o próprio telefone e nem sabe encaminhar chamada a setores responsavíes, uma incompetencia total. MULHERES QUE PASSARAM EM CONCURSO PARA TRABALHAR EM CRECHE QUE TEM NOJO DO COCO DA CRIANÇA E SÃO REMANEJADAS A OUTROS SETORES. VERGONHA TOTAL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close