Geral

Jair Bolsonaro diz em postagem de twitter que Brasil se solidariza com povo da Venezuela

presidente Jair Bolsonaro disse nesta terça-feira (30) que o Brasil se solidariza com o povo da Venezuela, país onde o líder da oposição Juan Guaidó disse ter apoio dos militares para depor o governo de Nicolás Maduro, e afirmou que o Brasil apoia a liberdade do país vizinho.

Em declarações em sua conta no Twitter, o presidente chamou Maduro de “ditador” e o vinculou a partidos que são oposição a seu governo no Brasil.

“O Brasil se solidariza com o sofrido povo venezuelano escravizado por um ditador apoiado pelo PT, PSOL e alinhados ideológicos. Apoiamos a liberdade desta nação irmã para que finalmente vivam uma verdadeira democracia”, escreveu o presidente na rede social.

Jair M. Bolsonaro

@jairbolsonaro

O Brasil acompanha com bastante atenção a situação na Venezuela e reafirma o seu apoio na transição democrática que se processa no país vizinho. O Brasil está ao lado do povo da Venezuela, do presidente Juan Guaidó e da liberdade dos venezuelanos.

Mais cedo, Guaidó disse ter o apoio de militares para derrubar Maduro, que por sua vez, afirma ter a lealdade das Forças Armadas. Confrontos aconteciam nos arredores de uma base aérea em Caracas onde Guaidó anunciou que tinha o apoio de militares mais cedo.

Veículos militares avançam contra multidão em Caracas

Mais cedo, veículos militares avançaram contra a multidão em Caracas, que não recuou. Bombas incendiárias foram lançadas e um carro blindado pegou fogo.

“Nós nunca quisemos o derramamento de sangue, mas a oposição sempre teve essa intenção, de colocar irmão contra irmão”, disse um manifestante a favor de Maduro em Caracas, em transmissão ao vivo da TV pró-Chávez TeleSUR.

O ministro da defesa, Padrino López, afirmou, segundo a rede venezuelana pró-Maduro TeleSUR, se pronunciou na TV que “Este ato de violência foi derrotado. Quase todo esse grupo de uniformizados com armas deixou o distribuidor e foi para a praça Altamira, repetindo 2002”. Ele terminou o pronunciamento dizendo “Chávez vive!”

Imagens de uma concentração de oposicionistas em Caracas mostram que um veículo blindado avançou contra pessoas numa via da capital. Um veículo também apareceu incendiado.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close