Geral

1º Campeonato do Ferroviário mobiliza crianças e jovens em Itabirito

Começou nesta sexta-feira (31) o 1º Campeonato do Ferroviário, realizado na Quadra do São José. O torneio será realizado até o próximo dia 9 de junho, contando com a participação de crianças e adolescentes de 7 a 17 anos.

O campeonato possui várias categorias, como sub-7, sub-9, sub-11, sub-13, sub-15 e sub-17. Ao todo serão 60 partidas até a final do torneio.

De acordo com Fábio Fonseca, presidente do Ferroviário Futebol Clube, a ideia de criar o campeonato surgiu no final de 2018. “O Ferroviário foi fundado em 1958 e, em 2016, começamos com a escolinha de futsal. No final do ano passado surgiu a ideia de criarmos nosso próprio torneio, e não apenas participar de torneios realizados fora do São José”, disse Fábio, ressaltando que os primeiros e segundos colocados em todas as categorias receberão prêmios ao final do campeonato.

O torneio é um incentivo para os jovens que desejam ter uma carreira no futebol e no futsal profissional. Porém, para Fábio, o campeonato possui também um caráter social. “Não é apenas formação de atletas. É uma formação de cidadão para a sociedade”, afirma. Fábio ainda aproveitou para fazer um apelo ao executivo municipal. “Quero deixar um recado para o governo municipal de que falta incentivo. Não tivemos nenhum investimento da Secretaria de Esportes para a realização deste campeonato”, acrescenta o presidente do Ferroviário.

Já para Alex, professor de educação física e técnico do Ferroviário, a experiência da realização do campeonato é muito boa. “Eu sou professor na Escola Municipal Manoel Salvador de Oliveira, que pertence à comunidade aqui do bairro, então colocamos esse evento aqui porque dificilmente tem um evento no bairro para nossas crianças. Quisemos abranger mais a comunidade, trazer os pais e demais pessoas para prestigiarem nosso evento. É importante ressaltar que o objetivo principal com o evento é promover o esporte dentro da cidade e principalmente no São José, para que a população de Itabirito possa ver que tem esporte acontecendo no bairro”, diz o professor.

“O esporte é um meio de intervenção, tirando as crianças da vulnerabilidade social. A mensagem que eu deixo é que elas venham participar das escolinhas que tem na cidade e que as autoridades de Itabirito ajudem as escolinhas, para dar mais incentivo a nós, professores, e para as crianças inseridas nesse projeto”, finaliza Alex.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close