EsporteGeralItabiritoMarianaOuro Preto

Caminhada Ecológica EcoDom espera mobilizar 10 mil pessoas na região Centro-Sul de BH

Evento contará com a premiação do projeto Pegada Ambiental, que identificou uma queda de 35% no consumo de água nas escolas participantes com relação a 2018

No dia 22 de novembro, sexta-feira, a partir das 9h, para marcar o encerramento de suas atividades de 2019, o Movimento EcoDom realiza a tradicional Caminhada Ecológica, com a participação de 200 escolas, sendo as 139 escolas que participaram do projeto Socioambiental ao longo do ano e mais 61 escolas que participaram, exclusivamente, do Campeonato Estadual de Matemática (CEM). Gratuito e aberto ao público, a expectativa dos organizadores é que a caminhada receba aproximadamente 10 mil pessoas. O cortejo sairá da praça Raul Soares, no centro da capital, e seguirá pela avenida Olegário Maciel até a praça da Assembleia Legislativa no Santo Agostinho.

 

O evento contará com a premiação do projeto Pegada Ambiental, que avalia as escolas participantes em dez indicadores: consumo de água, consumo de energia, consumo de papel, geração de resíduos, coleta de recicláveis, áreas verdes, alimentação saudável, trânsito sustentável, infraestrutura e trabalho de temas transversais nas disciplinas. O projeto, que contou com a participação de 78 escolas, constatou uma redução de 35% no consumo de água em 2019, quando comparado com 2018. Esse ano esse índice chegou a 6,5L per capta por dia. Em 2018 essa média foi de 10L. Outro indicador levantado foi o consumo de energia, que em 2019 alcançou a média de 0,6 Kwh/mês por pessoa. As medições ocorreram entre outubro de 2018 e setembro de 2019, totalizando 12 meses.

 

Segundo Francisco Haas, coordenador-geral do Movimento EcoDom, a caminhada é um dos momentos mais emocionantes do projeto, uma vez que reúne todos os participantes, com cartazes, faixas, alegorias dos trabalhos, transformando o dia em uma grande festa. “As caminhadas são animadas por fanfarras, coreografias e apresentações artísticas de livre iniciativa de cada participante e a alegria e o entusiasmo dos alunos refletem o espírito de participação de cada escola”, garante.

 

Haas conta que outro fator emocionante é que a motivação de todos é direcionada para o mesmo objetivo, que é a preservação dos recursos naturais. “A Caminhada EcoDom, além de mostrar para a sociedade as atividades desenvolvidas pelas escolas participantes ao longo do ano em prol do meio ambiente, constitui-se como um grande momento de confraternização e mobilização estudantil.”

 

Premiações e Dia Mundial da Limpeza

 

Ao final da Caminhada, em um palco montado no anfiteatro da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, localizado na praça Carlos Chagas, serão realizadas as finais do Concurso de Dança EcoDom e do Concurso de Fotografia Garoto e Garota EcoDom. Participam da final do Concurso de Dança a E. E. Caio Nelson de Sena, E. E. Carmo Giffoni, E. E. General Carneiro, E. E. Guimarães Rosa e E. E. Padre João Botelho. O ritmo escolhido para a competição deste ano foi o forró. Além das duas competições, o evento conta também com a premiação dos ganhadores do Projeto Socioambiental, onde as escolas escolhem três índices do Pegada Ambiental para desenvolverem projetos de sustentabilidade.

 

Outra novidade deste ano será a realização de uma ação especial do Dia Mundial da Limpeza. Celebrada no dia 21 de setembro, a ação busca mobilizar voluntários para a limpeza de ruas, praças e demais espaços públicos, chamando a atenção da sociedade para a questão do descarte de resíduos em vias urbanas. Durante a Caminhada Ecológica, uma equipe formada por alunos, professores e demais voluntários seguirá todo o percurso recolhendo o lixo que possa ser gerado no dia.

 

Sobre o Movimento EcoDom

 

Desenvolvido desde 2011 pela Dom Helder Escola de Direito e Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE), o Movimento EcoDom tem como foco principal as escolas públicas da rede estadual de Belo Horizonte e Região Metropolitana. Só em 2019, 143 escolas aderiram ao Movimento, que propõe aos alunos o desenvolvimento de ações sustentáveis dentro dessas instituições, como a redução da emissão de papel e lixo, construção de hortas, captação de água da chuva, recuperação e preservação das áreas verdes, dentre outras.

 

Em cada uma dessas escolas, um grupo de 30 alunos, em sua maioria do ensino médio, trabalha nesses projetos, sempre com a ajuda de um professor coordenador de cada escola. Em números estimados, são cerca de 4,5 mil alunos impactados diretamente pelas ações e outros 300 mil indiretamente. Levando-se em consideração as suas famílias, o projeto EcoDom alcança mais de um milhão de pessoas.

 

O coordenador Haas explica que este é um projeto de questões práticas, no qual o aluno é o protagonista. “Ele (o estudante) faz, ele transforma o ambiente, saindo de um expectador ou observador para ser um protagonista atuante na comunidade escolar.”

 

A concepção do Movimento EcoDom é baseada nos Objetivos do Milênio, propostos pela ONU. “O que nós visamos é dar aplicabilidade a esses objetivos, que são genéricos, proporcionando a nossos alunos uma educação que faça a diferença no dia a dia, promovendo uma mudança de comportamento, de hábitos, para que esses jovens, que futuramente serão os nossos governantes, possam pensar em cidades mais sustentáveis”, afirma.

 

SERVIÇO

 

Caminhada Ecológica EcoDom

 

Data: 22 de novembro – sexta-feira

Horário: 9h

Percurso: entre a Praça Raul Soares e Praça da Assembleia

Concentração: a partir das 8h – Praça Raul Soares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close