Geral

Barragem de Laranjeiras pode ficar até dois meses paralisada

A Barragem Laranjeiras, da Mina de Brucutu, em São Gonçalo do Rio Abaixo, na região central de Minas Gerais, teve as operações paralisadas na última segunda-feira (2).

De acordo com informações, a estrutura entrou em nível 1 de emergência. A prefeitura da cidade, informou que a paralisação pode durar até dois meses e não sera necessaria a evacuação da população.

Segundo a mineradora, várias avaliações geotécnicas estão sendo realizadas na barragem e, por isso, a paralisação foi determinada.

O nível 1 do protocolo de emergência, não requer a retirada de moradores das áreas de risco e nem o toque de sirenes. Entretanto, significa estado de prontidão, indicando situação adversa na estrutura e controlável pela empresa.

Em nota, a prefeitura informou que a mina vai operar com 40% da capacidade atual.

Posted by Prefeitura de São Gonçalo do Rio Abaixo on Monday, December 2, 2019

2 Comments

  1. ABSURDO QUE ESSAS MINERADORAS LIDERADAS PELA VALE S/A CONTINUEM A POLUIR E ACABAR COM OS MANANCIAIS DE ÁGUA. Cadê ANM, CODEMA, FEAM, COPAM e outros Órgãos de controle ambiental mantidos COM OS IMPOSTOS QUE PAGAMOS e que tem a obrigação legal de agir quando são demandados: IGAM, Comitê da Bacia do Rio das Velhas, Subcomitês das bacias dos Rios, IEF, IBAMA, ICMBio, MPMG, e outros? Será que nenhum destes Órgãos vai resolver as questões desta mineradora que matou centenas de pessoas e nascentes de água em Mariana, Itabirito, Moeda, Brumadinho e Barão de Cocais?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close