EntretenimentoGeralItabirito

Movimento Ita LGBT tenta apagar o brilho da Gaiola das Loucas no Carnaval 2020

Marcos José de Paula, conhecido popularmente em Itabirito como “Perereca”, é um dos fundadores do Bloco Gaiola das Loucas de Itabirito, que há 30 anos já é tradição no nosso Carnaval. Em todos esses anos presentes na avenida, ele afirma que 2020 está sendo o primeiro ano onde o Bloco tem recebido uma grande resistência vinda do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), que em Itabirito tem como presidente o Sr Leandro Dias de Oliveira, que também é líder do Movimento Ita LGBT.

Segundo Marcos, esse grupo está alegando que a travesti que participa do desfile, vem presa dentro da gaiola, e de acordo com ele, não é verdade. A travesti vem “solta” dentro da gaiola. Ainda segundo Marcos, um dos membros desse grupo que tem trago transtornos para o Bloco nesse ano de 2020,  já saiu na gaiola e, inclusive, no ano passado (2019), esteve “dependurado” na estrutura. O fundador tem recebido áudios sofrendo ameaças por parte dessas pessoas e inclusive sendo chamado de homofóbico, coisa que ele afirma na ser. Marcos já está procurando seus direitos.

De acordo com Perereca, o Movimento Ita LGBT queria que a parte de dentro da Gaiola viesse com cartazes e com a bandeira do movimento, e a travesti viesse na parte de fora. Ele não aceitou que isso viesse acontecer, e a partir daí começou esses transtornos.

Vale ressaltar que o Bloco Gaiola das Loucas já se tornou uma tradição cultural no carnaval Itabiritense nas noites de quinta da folia. O Bloco possui todas as licenças em dia e em ordem para se apresentarem.

“Que cada ano cresça mais. A nossa brincadeira é a alegria para o público. Agora se a Gaiola das Loucas tiver perseguição e for acabar, o carnaval de Itabirito pode falar que a quinta-feira acabou, porque são patrocínios de lojas que não deixam a gaiola morrer”, desabafa Marcos Perereca.

Hoje, a Gaiola das Loucas vai abrilhantar a avenida a partir das 20h e convida toda a população para mais esse ano de folia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close