CORONAVÍRUSGeralItabirito

“Está parecendo que o vírus não existe…” diz denunciante sobre aglomeração

O Sou Notícia nunca recebeu tantas denúncias consecutivas como neste final de semana. Várias pessoas de diferentes bairros do município de Itabirito (MG), entraram em contato com a nossa reportagem para denunciar diversos pontos com aglomerações.

As denúncias aconteceram entre sábado (12), e domingo (13).

Está parecendo que o vírus não existe em nosso país e no nosso município.” disse o denunciante, que não quis ter o seu nome divulgado.

Nossa equipe vem alertando através de reportagens, lives e matérias sobre as irregularidades em bares, restaurantes entre outros estabelecimentos. Apenas neste domingo, vários pontos com aglomerações foram registrados tanto pelos internautas como por colaboradores do Sou Notícia.

Nossa equipe, recebeu uma denúncia de uma possível festa que além de perturbar o sossego alheio, as pessoas aglomeravam-se sem o uso obrigatório das máscaras de proteção fácil, conforme está descrito no Decreto de Lei da Prefeitura Municipal de Itabirito (PMI).

Visando apurar os fatos, a nossa reportagem flagrou pontos onde as pessoas estavam aglomerando-se e sem uso da máscara, mostrando uma possível vulnerabilidade para contágio da covid-19.

Veja imagens de aglomerações e não uso obrigatório de máscaras:

Foto: ReproduçãoVÍDEO/SouNotícia

Na imagem abaixo é possível ver o rapaz de blusa vermelha ao perceber que estava sendo filmado, sem uso da mascara, ele leva a mão ao rosto para tapar o rosto. Veja!

Foto: ReproduçãoVÍDEO/SouNotícia

De acordo com uma publicação da Prefeitura Municipal de Itabirito (PMI), a fiscalização tem acontecido diariamente no município. No entanto, muitos ainda seguem em desobediência as orientações do órgão municipal.

O que você pode fazer para ajudar a fiscalizações?

Segundo a PMI, todos podem ajudar, respeitando as regras do “Plano Minas Consciente” e denunciando irregularidades para a Ouvidoria (3561-2412), Guarda Municipal (3561-7611) ou pelo site: CLIQUE AQUI.

Obs: Essa matéria não expressa opinião do Sou Notícia, no entanto, visa mostrar a desigualdade quando se trata do assunto “Funcionamento de Estabelecimentos Comerciais“.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close