ComportamentoCORONAVÍRUSGeralItabiritoOuro Preto

Nomeado comissão para apurar o “FURA FILA” em Itabirito.

O tema “Fura Fila” na vacinação se tornou um dos assuntos mais comentados em Itabirito e região nos últimos dias. Neste sentido, a reunião ordinária da Câmara Municipal, nesta segunda-feira (29), novamente abordou o tema da “transparência” em relação aos grupos prioritários na vacinação contra a Covid-19.

Os 13 vereadores foram acusados, em áudios compartilhados nas redes sociais, de terem sido vacinados juntamente com seus familiares de forma irregular, causando um desconforto por parte da população, que foi levada a suspeitar da legitimidade do processo de vacinação! não bastasse o caos da pandemia, agora, algumas pessoas com intenções duvidosas e motivações politiqueiras, instauraram nas redes sociais, uma bagunça na mente da população, em nome do que estão chamando “transparência”.

A suspeita teve início com a rejeição, por 7×6, do Projeto de Lei 21/2021, de autoria do vereador Max Fortes, e trata da divulgação de dados das pessoas vacinadas no município. Os vereadores que votaram contra o projeto o fizeram não por apoiarem a falta de transparência, mas pelo entendimento e respeito ao parecer jurídico da Câmara Municipal que entende a divulgação de nomes de pessoas vacinadas como um ato inconstitucional que viola a intimidade, vida privada e honra das pessoas.

Contra tudo o que era esperado, no uso da fala livre, o vereador Pr. Anderson Martins, que é líder do governo na Câmara, comprometido com a transparência pública, sugeriu a criação de uma comissão parlamentar para investigar e punir possíveis casos de “Fura Fila”, o Presidente da Câmara de Itabirito, Leo do Social, acatou a sugestão do vereador Pr. Anderson e convidou os vereadores Max Fortes, Dr. Edson e Fabinho Fonseca para comporem a comissão que terá um prazo estipulado para a apresentação das possíveis irregularidades. No entendimento da mesa diretora, os vereadores que desconfiam de algum processo irregular devem se empenhar na averiguação dos fatos.

em sua fala o Vereador Leo do Social, destacou que cada um vota segundo o seu entendimento da matéria, e que a tentativa de alguns vereadores do grupo de oposição, de colocar a população contra a Câmara, não seria tolerado por ele enquanto presidente da casa legislativa, e visando que se esclareça não só para oposição, mas para toda a população o acontecido.

Itabirito agora aguarda o desenvolvimento dos trabalhos dessa comissão que irá averiguar os possíveis casos de fura fila e trazer em fim a tão esperada transparência no processo de vacinação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×