Geral

Comércio não essencial em Belo Horizonte continua fechado por tempo indeterminado

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, decidiu nesta terça-feira (6/4), prorrogar o fechamento do comércio considerado como não essencial por tempo indeterminado. A decisão se deu após reunião com o secretário municipal de saúde e de infectologistas.

Bares, restaurantes (exceto para delivery), cinemas, feiras, escolas, lojas de vestuário, academias, eventos e parques, entre outros, deverão continuar fechados. As padarias, supermercados e açougues também seguem fechados aos domingos para evitar aglomerações.
Permanecem abertos: farmácias, postos de combustível, óticas, centros de saúde e hospitais. De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura da capital mineira, a cidade possui 98,8% de ocupação em UTIs e 82,5% de ocupação das enfermarias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×