Mariana

Fundação Renova reabre Jardim em Mariana

Jardim chega à etapa final das obras de requalificação e será reaberto para o fim de ano

O Projeto Renova juntamente com a Prefeitura de Mariana, anunciou a reabertura do jardim na Praça Gomes Freire, em Mariana. A revitalização foi anunciado no fim do primeiro semestre de 2019, durante a comemoração ao Dia De Minas.
Leia abaixo a íntegra da Fundação Renova.

A Fundação Renova, de comum acordo com a prefeitura de Mariana, informa a reabertura gradativa da  praça Gomes Freire conforme conclusão das etapas da obra. A ação considera o cenário da Covid-19 e visa evitar grandes aglomerações. No dia 23 de dezembro, o acesso à comunidade será concedido com a remoção de parte dos tapumes. A área dos lagos permanecerá cercada e algumas atividades pontuais continuarão em andamento, com os devidos procedimentos de segurança e isolamento.

Atualmente, as obras civis estão em fase final. A pintura do coreto foi finalizada no dia 15 de dezembro e a travessia elevada na rua Barão de Camargos, parte do projeto de requalificação da praça, foi concluída no dia 7 de dezembro. A previsão de conclusão da requalificação da praça é no primeiro bimestre de 2021. A Fundação Renova ressalta que todas as licenças ambientais necessárias e aprovações com órgãos envolvidos para a requalificação da praça foram obtidas. As intervenções realizadas no local estão sendo acompanhadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). A Fundação ressalta, ainda, que está ciente e avaliando todas as recomendações dos órgãos de tutela do patrimônio e do Ministério Público/Promotoria de Mariana.

A requalificação é composta por um sequenciamento de etapas que se iniciou com a escuta da população e a concepção do projeto. Agora, as ações alcançaram um estágio que permite a circulação de pessoas com a adoção dos cuidados de distanciamento social. A participação popular nas decisões de requalificação da praça é prioridade em todas as etapas, com consultas públicas, audiências e visitas. Em outubro, atendendo às recomendações do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e do Conselho Municipal do Patrimônio Cultural (Compat), os marianenses participaram de uma votação on-line e escolheram as cores azul e branco para o coreto.

As obras são conduzidas pela Fundação Renova e cumprem uma medida compensatória, a partir de um acordo com o município de Mariana para aumentar o potencial turístico e socioeconômico da região. As intervenções contemplam melhorias de inclusão e acessibilidade, iluminação, paisagismo e mobiliário, além da preservação dos lagos e da ponte, considerando os aspectos históricos da praça do fim do século 19.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
×