AutomobilismoEntretenimentoEsporteF1

Fórmula 1: Hamilton vence no Qatar e acirra briga por título com Verstappen

O GP do Qatar de Fórmula 1, realizado na manhã de hoje no circuito de Losail, teve uma vitória de “ponta a ponta” de Lewis Hamilton (Mercedes), que diminuiu a diferença de pontos em relação a Max Verstappen (Red Bull) na tabela.

Agora, o britânico soma 343,5 pontos contra 351,5 do holandês, que terminou a corrida em 2° e anotou a volta mais rápida da prova. Fernando Alonso (Alpine), depois de sete anos, subiu ao pódio após cruzar a linha de chegada na 3ª posição

A corrida ficou marcada por uma série de pilotos com pneus dianteiros furados: Valtteri Bottas (Mercedes), George Russell (Williams) e Nicholas Latifi (Williams) foram as vítimas das “zebras” da pista. O grid foi um pouco diferente em relação ao treino de ontem.

Isso porque Verstappen e Bottas, que fizeram respectivamente o 2° e o 3° melhor tempo na classificação, foram punidos por ignorarem bandeiras amarelas duplas e simples – o holandês largou em 7°, e o finlandês, por sua vez, em 6°.

Largada limpa

Hamilton, único entre os quatro primeiros que optou por iniciar a corrida de pneus médios, largou bem e não sofreu qualquer tipo de incômodo.

Já Alonso, que saiu em 3°, foi para cima de Pierre Gasly (AlphaTauri) já no fim da reta e tomou a posição do francês.

Enquanto isso, Verstappen recuperou três posições ainda nas primeiras curvas e se colocou em 4°, à frente de Lando Norris (McLaren) e Esteban Ocon (Alpine) – o holandês ainda teve as “portas fechadas” por Alonso e, por pouco, não foi ao top 3.

Acorda, Bottas!

O piloto finlandês da Mercedes, Valtteri Bottas, assiste depois de garantir a pole position na sessão de qualificação no autódromo de Silverstone, em Silverstone, no centro da Inglaterra, em 13 de julho de 2019 para o Grande Prêmio de Fórmula 1 da Grã-Bretanha. – Valtteri Bottas vai largar o Grande Prêmio da Inglaterra da pole position, depois de ultrapassar seu companheiro de equipe da Mercedes e atual líder do campeonato Lewis Hamilton por 0,006 segundos na qualificação em Silverstone, no sábado. (Foto de Andrej ISAKOVIC / AFP)

Por outro lado, Bottas perdeu cinco posições nas primeiras voltas, saindo de 6° para 11° – atrás, inclusive, de Sergio Pérez (Red Bull).

O finlandês, aliás, tomou uma bronca pouco depois de Toto Wolff, chefão da Mercedes: “Vamos, Valtteri, pegue esses carros”, disse o diretor via rádio ao piloto. Coincidência ou não, ele passou a melhorar o seu desempenho depois do “recado”.

Uol.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
×