Geral

OURO PRETO: Defesa Civil de Ouro Preto realiza vistoria nas obras do vertedouro da barragem Doutor em Antônio Pereira

Vertedouro é uma estrutura conectada na barragem que permite o escoamento da água de chuva e impede o seu acúmulo, diminuindo os riscos de rompimento

Em 17 de novembro de 2021, a Defesa Civil de Ouro Preto realizou a segunda vistoria na obra do vertedouro da Barragem Doutor. A ação foi feita de forma conjunta com os representantes dos moradores atingidos, Ministério Público e a empresa SLR que é a consultora externa independente de barragens. O objetivo foi avaliar as causas e consequências dos danos ocorridos na estrutura da obra do vertedouro que levou à sua interdição. Ressalta-se que essa obra é a primeira etapa do processo de descaracterização da Barragem Doutor.

A vistoria foi importante para esclarecer as dúvidas e para ouvir os técnicos da SLR quanto às informações que a Vale reportou sobre os danos na estrutura do vertedouro. David Ritchie, diretor administrativo e gerente de Engenharia de Resíduos de Mina da SLR, esclareceu que os agravos no vertedouro não afetam diretamente a estabilidade do dique principal da Barragem Doutor e que estes danos causados se devem, provavelmente, às características geológicas do terreno.

A equipe de Geotecnia da Vale informou que, nesse momento, o vertedouro será fechado por uma soleira de pedras e argila, com uma altura que permita a água passar por cima, em caso de chuva extrema. O objetivo dessa ação é impedir que o lago da barragem se eleve aos níveis anteriores ao rebaixamento para não provocar aumento de risco na estrutura do dique principal da barragem Doutor. Foi informado ainda, que o conjunto de motobombas instalado na barragem continuará em funcionamento para garantir que o nível de água permaneça rebaixado no reservatório, até que a recuperação completa dos danos estruturais causados ao vertedouro seja executada após o período chuvoso.

É importante ressaltar que a Defesa Civil de Ouro Preto não e órgão técnico que audita ou acompanha projetos de engenharia em barragens. Desta forma, depende das informações repassadas pela Vale através da sua equipe de Geotecnia, da auditora interna da empresa, da Agência Nacional de Mineração – ANM e da SLR. Sendo assim, a Defesa Civil do Município solicitou que todas as informações repassadas em campo, tanto pela Vale quanto pelos técnicos da SLR, fossem oficializadas e protocoladas na Defesa Civil para a devida tomada das providências de segurança cabíveis.

Destacamos que a primeira vistoria no vertedouro aconteceu no dia 21 de outubro de 2021, pela Defesa Civil de Ouro Preto, sem agendamento prévio e com o objetivo de avaliar, principalmente, se os danos ocorridos em sua estrutura pelas chuvas intensas trariam algum incremento de risco à estabilidade do dique principal da Barragem Doutor. Durante a vistoria, a Vale informou que os danos ocasionados na estrutura do vertedouro não tinham relação direta com a estabilidade do dique e que não provocariam o retorno da estrutura ao Nível II de segurança anterior. Os trabalhos executados pela empresa Vale continuarão sendo acompanhados pela Defesa Civil que busca as causas dos danos estruturais na obra do vertedouro. Também continuam as cobranças sobre as medidas corretivas e preventivas a serem executadas para solucionar, definitivamente, os prejuízos ocorridos na estrutura do vertedouro, bem como as ações necessárias para que incidentes semelhantes não venham mais a se repetir.

Em caso de necessidade, entre em contato com a Defesa Civil de Ouro Preto através do número 199 ou através do telefone fixo, que também é WhatsApp, (31)3559-3121.

 

 

 

Fonte: Departamento de Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
×