Atletico MGBelo HorizonteEm toda Minas GeraisEsporteFutebolGeralItabirito

Justiça manda bloquear premiação (Brasileirão) do Galo por dívida; entenda

Clube tem dívidas com o agente André Cury que chegam a R$ 52 milhões

Foi publicada nesta quarta-feira (05/01), a decisão do Juiz Carlos Goldmany de bloquear parte do prêmio de R$ 33 milhões conquistados pelo Clube Atlético Mineiro, após vencer o Brasileirão de 2021.

Nesta decisão, o Juiz ordena que a CBF seja intimada a recolher a quantia da dívida em conta judicial. Segundo as informações do Super.FC, a divida estaria em torno de R$ 1,4 milhões e tem a sua origem através de uma negociação feita com o empresário André Cury, na contratação do atacante Franco Di Santo, em 2019.

Porém, o Clube possui outras dívidas com o empresário que ultrapassam R$ 52 milhões de reais. Segundo informações extraoficiais o Clube negocia, fora do campo jurídico, as melhores condições para quitar a dívida com o empresário.

Até o momento desta matéria não foi encontrado nenhum pronunciamento oficial do Clube Atlético Mineiro sobre essa decisão judicial.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
×