Cruzeiro ECEsporteFutebolGeral

Depois de 17 temporadas, o goleiro Fábio deixa o Cruzeiro

Depois de 17 anos embaixo das traves do Cruzeiro Esporte Clube, Fábio deixa a Toca. Ele publicou uma carta no Instagram nesta quarta-feira (5). Foram 976 jogos com a camisa celeste.

Na sua publicação, o goleiro disse que não foram as novas imposições da diretoria comandada por Ronaldo Fenômeno fez com que encerrasse seu contrato com o Clube.

“Em nenhum momento da conversa me deram opção de continuar”…”…Não me deram a opção nem de receber dentro do teto e muito menos de ajudar o clube no Campeonato Brasileiro, não me deram outra opção que não fosse finalizar minha vida no Cruzeiro ao final do Campeonato Mineiro. Me disseram que qualquer outro cenário estava inviabilizado e que eu não faço parte e que eu não faço parte do planejamento desportivo para 2022”, Disse Fábio na sua publicação.

Fábio teria concordado com a redução do teto salarial, mas esperava receber as dívidas do clube que estão pendentes desde 2019, ano do rebaixamento. A nova coordenação, liderada por Ronaldo Fenômeno, queria colocar o jogador em um condomínio para quitar os débitos, como é feito com os demais credores. A situação, no entanto, não era vista com bons olhos pelo veterano.

Em sua carta de despedida ele não poupou de críticas os novos comandantes da Raposa, inclusive citou nominalmente Paulo André, braço direito do Fenômeno, que sequer o cumprimentou ou participou da reunião que selou o seu destino no clube.

 

 

  • Noticia baseada do Site (Jornal O Tempo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
×