GeralItabiritoMarianaOpiniãoOuro PretoPolicial

Policiais Penais são afastados, após serem denunciados por tortura e maus-tratos de presos em Ouro Preto

Segundo o Vereador Karuzu (PT), um preso estaria no presídio há mais de 6 anos sem condenação

No dia 23 de dezembro de 2021, a comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de Ouro Preto, visitaram pela quarta vez no ano o presídio do município.

O Vereador Wanderley Karuzu (PT) é um dos parlamentares que está a frente dessa Comissão e relatou que o diretor adjunto Vanderlei José Vieira Júnior afastou das suas funções os policiais penais que foram denunciados por tortura e maus-tratos.

Segundo Karuzu (PT):

Após, serem denunciados pela comissão dos Direitos Humanos da Câmara, por estarem praticando: tortura, maus-tratos, agressões. Enfim, por estarem agindo fora da lei dentro do presídio, os policiais penais foram afastados pelo Diretor Geral. Outra situação que chamou nossa atenção foram os fortes indícios de que há no presídio de Ouro Preto, um indivíduo privado de liberdade- IPL (preso) que é portador de forte transtorno mental, é da nossa cidade e está lá há mais de 6 anos sem condenação.

O Parlamentar ressaltou que um dos pontos centrais da investigação seria exatamente a verificação da permanência de Indivíduos Privados de Liberdade (IPL) sem condenação.

Um preso que estaria mo presídio há mais de 6 anos, portador de sofrimento mental, segundo as informações preliminares dos Policiais Penais. Dentre eles, o nosso amigo Gabiais, que haveria um laudo no processo dizendo inclusive que esse IPL é semi-imputável. Estamos dando toda a atenção para esse caso e vamos continuar com as nossas apurações.

Fonte: Antônio Isidoro e Jardel Mendes da Radio Real FM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
×