Cruzeiro ECEsporteFutebolGeral

Presidente do Cruzeiro afirma que Ronaldo resolverá transfer ban e admite: “Estivemos perto de fechar as portas”

Sérgio Rodrigues afirma que Ronaldo Fenômeno e Cruzeiro já confeccionam documento de compra definitiva

Foi a declaração dada pelo atual presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues, ao falar de como o clube estava antes da chegada de Ronaldo Fenômeno. Segundo o dirigente, o atual gestor de futebol da Raposa vem já realizando investimentos e irá fazer o pagamento das dívidas que impedem o clube de registrar atletas.

As declarações de Sérgio Santos Rodrigues foram dadas em uma live realizada pela Fundação Getúlio Vargas. Segundo o presidente da Raposa, o cenário atual é diferente.

– Realmente, hoje graças a Deus, a gente conseguiu ajudar a pavimentar o caminho para mudar e, tenho certeza que com o Ronaldo, e de investidores, se o Ronaldo quiser, o Cruzeiro está mais garantido. Mas não é absurdo falar que estivemos perto de fechar a porta. Porque estamos num cenário de pagar R$ 10, 15, R$ 20 milhões. Se não tivesse patrocinador, torcedor que viesse ajudar, e outros tipos de ajuda que tivemos no começo, não tinha superado esses momentos difíceis.

O Cruzeiro tem que resolver o transfer ban até esta segunda-feira, para ter tempo viável de registrar atletas para estreia do Campeonato Mineiro, na próxima quarta-feira.

– O Cruzeiro tem que pagar, porque, depois de amanhã, tem jogo. Então, se ficar esperando a discussão jurídica, não registra jogador. Esses vão pagar agora para resolver agora. Mas, depois, estamos conversando para levar isso – disse o dirigente.

Compra definitiva de Ronaldo
Sérgio Santos Rodrigues ainda disse que Cruzeiro e o Fenômeno estão em fase de confecção dos documentos para a compra definitiva.

– O Ronaldo ele assinou intenção de compra. Já está fazendo alguns investimentos, já está à frente da gestão. Tecnicamente, ele poderia sim (sair). Estamos num período de elaborar o contrato de compra e venda. Como ele diz, cada vez mais ele está dentro. Então, não vislumbro a saída (de Ronaldo).

O presidente do Cruzeiro ainda comentou sobre uma possível desistência de Ronaldo e suas consequências.

– A gente colocou: caso o investidor não queira, existe preferência na recompra. Se não for ele, tem que ir para o mercado. Então, ele não vai carregar o passivo que existe por trás, certamente será feito um negócio. Ele é titular de 90% das ações. Existem consequências legais, como a responsabilidade particular do próprio administrador ou sócio.

  • ge.globo.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
×