AutomobilismoEsporteGeralNASCAR

Daytona Duel marca o início da temporada da NASCAR 2022

Até o momento o grid ainda não foi disputado

O time Roush Fenway venceu na noite desta quinta-feira (17) os Duels, corridas que definiram as posições de largada e os últimos dois classificados para a Daytona 500, corrida que abre a temporada da Nascar. Os dois pilotos da RFK venceram com manobras nas últimas voltas da corrida, com Buescher se envolvendo em um acidente com Joey Logano. As corridas no Daytona International Speedway ainda classificaram Kaz Grala e Greg Biffle.

O primeiro duelo da noite contou com pouca movimentação, já que uma fila única foi formada após poucas voltas. Kyle Larson liderou a corrida até a volta 35, quando os pilotos da Chevrolet e Kurt Busch, com um Toyota, foram aos boxes. Os competidores com modelos Toyota foram aos boxes no giro seguinte e trocaram apenas dois pneus, o que permitiu a Ryan Blaney tomar a liderança. No mesmo momento, Kaz Grala foi punido, tendo de passar pelos boxes.

A turma da Ford se colocou na frente, tendo em Tyler Reddick, único piloto da Chevrolet que trocou dois pneus, aparecendo em quinto. O piloto da Richard Childress, porém, caiu algumas posições nas voltas finais, deixando a disputa pela vitória. Brad Keselowski superou Blaney e seguiu para vencer a prova, seguido pelo ex-companheiro de Penske. Austin Cindric terminou em terceiro, enquanto Grala superou JJ Yeley na volta final e garantiu sua classificação.

A segunda corrida da noite começou com Alex Bowman batalhando pela primeira posição com Joey Logano, com o piloto da Hendrick prevalecendo após cinco voltas. No sétimo giro, Aric Almirola ficou lento na pista e perdeu posições. Na 12ª volta, o dono do Ford número 22 voltou para a ponta da corrida, enquanto Bowman despencou na classificação. Três giros depois, foi a vez de Austin Dillon aparecer na liderança, sendo superado por Chris Buescher logo na sequência.

Uma fila única se formou na 24ª volta da prova, e três giros depois, a Toyota foi aos boxes, e Denny Hamlin rodou na entrada dos boxes. Buescher seguiu na ponta até que os pilotos da Ford e da Chevrolet optaram por visitar os boxes na volta 32. Logano recuperou a liderança, seguido por Buescher, Michael McDowell, Harrison Burton e Kyle Busch, este último, bastante distante dos ponteiros.

Na 41ª volta da prova, Jacques Villeneuve abandonou a disputa do Duel, ficando com um lugar na última fila. A prova chegou nas cinco voltas finais com Logano na liderança, muito pressionado por Buescher. Na volta final, o piloto do carro número 17, empurrado por McDowell, viu Logano mudar de linha. O toque ocorre e o piloto da Penske foi para o muro. Buescher venceu, seguido por McDowell e Burton. Greg Biffle foi o 13º e se classificou, deixando Timmy Hill fora da prova.

A Daytona 500 será disputada neste domingo (20), a partir das 16h30, com transmissão do canal BandSports.

Confira como ficou o grid de largada da Daytona 500:

1º – Kyle Larson
2º – Alex Bowman
3º – Brad Keselowski
4º – Chris Buescher
5º – Austin Cindric
6º – Michael McDowell
7º – Ryan Blaney
8º – Harrison Burton
9º – Chase Briscoe
10º – Kyle Busch
11º – Chase Elliott
12º – Christopher Bell
13º – Erik Jones
14º – Martin Truex Jr.
15º – Tyler Reddick
16º – Bubba Wallace
17º – Kurt Busch
18º – Ricky Stenhouse Jr.
19º – Ross Chastain
20º – Joey Logano
21º – Daniel Suárez
22º – Kevin Harvick
23º – William Byron
24º – Corey LaJoie
25º – Justin Haley
26º – Ty Dillon
27º – Landon Cassill
28º – Greg Biffle
29º – Todd Gilliland
30º – Denny Hamlin
31º – Cole Custer
32º – Cody Ware
33º – Daniel Hemric
34º – David Ragan
35º – Kaz Grala
36º – Austin Dillon
37º – BJ McLeod
38º – Aric Almirola
39º – Noah Gragson
40º – Jacques Villeneuve

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
×