Atletico MGCruzeiro ECEsporteFutebolGeral

Briga entre torcedores no clássico termina em morte

Um homem de 25 anos, torcedor do Cruzeiro chegou a ser reanimado, mas não resistiu

Neste domingo 6/3, antes do jogo entre Atlético e Cruzeiro, uma briga generalizada entre rivais terminou em uma morte,  na Rua Lassance, no bairro Boa Vista, região leste de Belo Horizonte.

A Polícia Militar de Minas Gerais havia informado a morte de um dos torcedores baleados, mas, às 13h38 a informação era de que a vítima havia sido reanimada.

Rodrigo Marlon Caetano Andrade, de 25 anos, torcedor do Cruzeiro, levou um tiro na região do abdômen. Ele chegou foi encaminhado ao Hospital João XXIII. Rodrigo chegou a ser reanimado e passou por cirurgia para retirada da bala, mas não resistiu.

Rodrigo Marlon, 25 anos, deixou uma filha de 5 anos (foto: WhatsApp)

Testemunhas disseram à PM que dois homens foram baleados e levados para UPA Leste, no bairro Vera Cruz. Moradores locais ajudaram no transporte dos feridos para o socorro médico. Ninguém foi preso até momento.

O Jovem..

Rodrigo era integrante da torcida organizada do Cruzeiro, em entrevista a Globo, a mãe dele, Marinete nunca apoiou o envolvimento do filho na torcida organizada Máfia Azul.

A gente sempre falava com ele: ‘sai desse negócio de torcida organizada’, mas cada dia que passava ele chegava com mais coisas da Máfia Azul em casa” disse o pai.

morte de Rodrigo foi confirmada pela família por volta das 15h, deste domingo (6). O torcedor deixa um filho de 5 anos.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
×