GeralItabirito

Reunião discute sobre Plano de Manejo do Parque Nacional da Serra do Gandarela, em Itabirito

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBIO) promoveu uma reunião para discutir sobre a elaboração do Plano de Manejo do Parque Nacional da Serra do Gandarela. A reunião foi realizada nesse domingo (15), às 10h, na Pousada Mirante do Espinhaço (Pousada do Saulo), com os moradores da região da Serra da Jaguará, em Itabirito, na região central de Minas Gerais.

A preocupação do Sistema FAEMG (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais) é sobre a importância da mobilização e envolvimento dos produtores rurais do entorno do Parque, para que o aspecto social seja levado em consideração na elaboração do Plano de Manejo, considerando as atividades já desenvolvidas pelos produtores da região e respeitando assim o uso do solo que já é praticado no entorno.

O Plano de Manejo é um documento elaborado a partir de diversos estudos, incluindo diagnósticos do meio físico, biológico e social, e estabelece as normas, restrições para o uso, ações a serem desenvolvidas e manejo dos recursos naturais da Unidade de Conservação (UC) e seu entorno. Já a Zona de Amortecimento se refere às áreas localizadas no entorno de uma UC, onde as atividades humanas estão sujeitas a normas e restrições específicas, com o propósito de minimizar os impactos negativos sobre a Unidade. Por este motivo a participação dos SPRs e produtores das localidades é indispensável para garantir que os produtores rurais afetados sejam ouvidos no momento da definição e implementação destes normativos.

O PARNA Gandarela abrange áreas dos municípios de Noiva Lima, Raposos, Caeté, Santa Bárbara, Mariana, Ouro Preto, Itabirito e Rio Acima, foi criado por Decreto Federal em 13 do outubro de 2014 e, desde então, vem seguindo os trâmites para sua implantação integral. O Sistema FAEMG é uma das instituições com assento no Conselho Consultivo do Parque Nacional da Serra do Gandarela e está participando das discussões em curso no âmbito do Conselho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
×