GeralItabirito

Itabirito: casa do músico Felipe Menezes é alvo de furto em São Gonçalo do Bação

A casa do músico Felipe Menezes foi alvo de furto na noite dessa quarta-feira (18), em São Gonçalo do Bação, distrito de Itabirito, na região central de Minas Gerais.

Ao Sou Notícia, o músico falou sobre seus pertences que foram furtados. “Eu já tinha sido furtado em abril de 2016, logo quando me mudei para o São Gonçalo do Bação, e dessa vez me furtaram meu amplificador de guitarra, minha guitarra, computador, HD, botijão de gás, roçadeira, roupas, cartão de banco, capacete, roteador, câmera de segurança. É uma sensação horrível de insegurança”, informou.

De acordo com o relato do músico, divulgado por mensagem de áudio via WhatsApp, casa foi invadida enquanto ele estava em Itabirito, após realizar uma apresentação musical. “Eu saí ontem a tarde, para ir tocar em Itabirito, dormi lá ontem. Estou retornando para casa agora e, quando cheguei, minha casa foi arrombada. Foi tudo roubado. Estou desesperado. Não sei se vocês sabem, mas eu sou músico. Roubaram meus instrumentos musicais. Roubaram meu computador, com todos os meus arquivos; com materiais de divulgação, de aprovação de lei, de contrato de show. Roubaram, inclusive, as minhas roupas sujas; todas as minhas cuecas, meias; meus botijões de gás, minha roçadeira. Limparam minha casa”, afirmou.

“É uma situação muito complicada. Minhas portas foram arrombadas; a  porta de entrada da casa. Estou sem porta hoje, mas é questão material e vou ter que recuperar com o tempo. Eu ia tocar hoje em Mariana, mas não vou poder mais, porque a porta está arrombada. Eu preciso de ajuda pra tentar encontrar essas coisas, porque são coisas muito específicas. Meu HD, com arquivos do meu computador, que eu preciso pra trabalhar. Arquivos que eu estava usando para fazer credenciamento na prefeitura, pra tentar tocar nos eventos da cidade. Todo meu registro de vida; minhas fotos. Tudo foi embora. Limparam meu guarda-roupa. Eu estou impressionado com o que fizeram”, relatou o músico.

Felipe afirma que já está tomando providências, mas conta com a ajuda da população para conseguir recuperar seus pertences. “Roubaram minhas câmeras de segurança, daí eu não consigo ter acesso ao arquivo. Então, por favor, se vocês souberem de alguma coisa; de algo suspeito, alguma movimentação na região, me informem por favor. Estou desesperado. É a segunda fez que isso acontece comigo. Logo quando eu me mudei para cá, em abril de 2016, eu fui furtado também. Me levaram tudo, foi a mesma situação. Não sei o que vou fazer. Já liguei para a polícia, mas se vocês souberem de alguma pista; de alguma coisa, me ajudem por favor”, desabafou.

Quem tiver qualquer informação que possa ajudar na identificação de algum suspeito, entre em contato com a Polícia Militar, pelo 190.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
×