Geral

Estudante do IFMG é aprovada em 8 universidades norte-americanas

A ex-aluna do curso Técnico em Administração do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais (IFMG) – Campus Ouro Branco, Júlia Nascimento, está prestes a arrumar as malas! Ela foi aprovada em oito universidades norte-americanas. Em agosto deste ano, dará início à graduação em Finanças na University of South Florida (Universidade do Sul da Flórida) e está animada com os desafios e as novas experiências que irá vivenciar.

Um dos critérios de escolha da Júlia foram as bolsas de estudo para estudantes internacionais. “Escolhi a USF pois é uma universidade renomada, que possui excelente estrutura e boas oportunidades acadêmicas, além disso foi a que me apresentou melhor custo-benefício”, disse a jovem. A University of South Florida foi fundada em 1956 e é a oitava maior universidade dos Estados Unidos, oferecendo mais de 200 programas de graduação e pós-graduação.

Júlia, que aproveita este momento para passar um tempo com a família e os amigos antes de embarcar para a Flórida, contou um pouco sobre o processo de aplicação, que é o nome do processo de inscrição e seleção nas universidades americanas, suas expectativas e o que leva como aprendizado do IFMG. Confira na entrevista abaixo:

Como surgiu seu interesse em estudar fora do Brasil?

Sempre foi um sonho meu ter algum tipo de experiência no exterior para conhecer diferentes culturas, idiomas, pessoas e ampliar minha visão de mundo. Ao descobrir pela internet que havia a possibilidade de fazer faculdade nos Estados Unidos, me interessei e comecei a pesquisar. Fiquei impressionada com a estrutura das instituições americanas e com a quantidade de oportunidades que elas oferecem e decidi me submeter ao processo de candidatura.

Como foi esse processo de escolha e inscrição nas universidades americanas?

Eu fiz uma College List, que é uma lista de faculdades escolhidas pelo aplicante com base em critérios pessoais. No meu caso, meus critérios principais de seleção foram: bolsas de estudo para estudantes internacionais e oportunidades na minha área de estudo. Eu me inscrevi para o curso de Finanças, mas pretendo experimentar outras áreas como Ciências da Computação para descobrir com qual me identifico mais. As universidades americanas são bem flexíveis em relação a isso e os estudantes só precisam declarar o curso ao final do segundo ano de faculdade, podendo trocar de curso diversas vezes. Apliquei para 11 universidades – Drexel University, Illinois Wesleyan University, Texas Tech University, Lehigh University, Sewanee – The University of the South, University of South Florida, Stetson University, Louisiana State University, Tulane University, SIUE e George Mason University – e fui aprovada em 8 delas.

Como se preparou para esses processos seletivos? E como eles foram realizados?

Nos Estados Unidos, o processo de candidatura para as universidades é bem diferente do Brasil. Geralmente, as faculdades pedem os seguintes documentos, podendo variar entre instituições:

  • histórico escolar com notas do 9o Ano ao Ensino Médio;

  • currículo com atividades extracurriculares feitas durante o Ensino Médio;

  • cartas de recomendação;

  • notas nos testes SAT (Scholastic Aptitude Test) ou ACT (American College Testing) – provas de conhecimentos específicos similares ao Enem;

  • comprovação de proficiência em inglês (sendo o Toefl e Duolingo os testes mais aceitos);

  • redações que se baseiam em temas pessoais com o objetivo de transmitir a personalidade do aplicante;

  • e, por fim, o School Profile que é um documento em que consta o perfil acadêmico com dados e informações sobre a formação oferecida pela escola cursada pelo aplicante.

E agora quais são suas expectativas e planos?

Minhas expectativas são que eu possa me desenvolver profissional e pessoalmente, buscando aproveitar ao máximo todas as oportunidades durante os próximos anos. Irei vivenciar diversas culturas já que as universidades americanas recebem estudantes de diferentes nacionalidades e terei a chance de vivenciar novas experiências. Estou ansiosa para essa nova etapa da minha vida, mesmo sabendo que também haverá grandes desafios.

O que você acredita que tenha sido o diferencial para conseguir essas aprovações?

A minha determinação me ajudou a investir em ser mais disciplinada, perseverante e paciente. Além disso, tive ótimos tutores durante o meu processo de aplicação. Todos esses fatores contribuíram para que eu obtivesse ótimos resultados como minhas notas nos testes SAT e TOEFL, minhas notas no Ensino Médio e as cartas de recomendação.

Você acredita que estudar no IFMG contribuiu para que você conseguisse chegar lá?

O diploma de curso técnico que recebi ao concluir meus estudos e as atividades extracurriculares que me envolvi no IFMG enriqueceram meu currículo. Além disso, ter tido o apoio e o auxílio dos professores foi essencial para minha candidatura. Levarei comigo como maior aprendizado nestes três anos de IFMG a importância de se ter resiliência e de se superar a cada dia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
×