GeralItabirito

Itabirito: Projeto Estadual de Reconversão Produtiva em Territórios Minerados será discutido em BH

Entre esta quarta-feira (01) e a próxima sexta-feira (03), será realizado o 2º Seminário Estadual de Reconversão Produtiva em Territórios Minerados. O evento vai acontecer no Expominas, em Belo Horizonte, durante o 37º Congresso Mineiro de Municípios.

Com o intuito de promover debates sobre alternativas econômicas para cada um dos 13 territórios mineiros que têm grande dependência da atividade minerária, o seminário faz parte do Projeto Estadual de Reconversão Produtiva em Territórios Minerados, lançado em fevereiro de 2020 e resultado da parceria entre a Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado de Minas Gerais (Sede), Sebrae, Fiemg, BDMG, Ibram e Amig.

As 13 cidades-sede do projeto são, além de Itabirito: Belo Vale, Catas Altas, Conceição do Mato Dentro, Congonhas, Itabira, Itatiaiuçu, Nova Lima, Paracatu, Riacho dos Machados, Rio Piracicaba, São Gonçalo do Rio Abaixo e Tapira.

Os rompimentos das barragens de Fundão, em Mariana, em novembro de 2015, e de Brumadinho, em janeiro de 2019, intensificaram as discussões em torno da necessidade de rever a matriz econômica de municípios com maior dependência da mineração.

Outros fatores que estimulam os debates em torno do tema é a exaustão da atividade minerária, que se não for planejada compromete significativamente a economia dos municípios, bem como a necessidade de melhorar a sustentabilidade do setor, estimulando segmentos que explorem os rejeitos dessa indústria, por exemplo.

O piloto do projeto de reconversão produtiva foi iniciado em Itabira, em janeiro de 2021, envolvendo cerca de 10 municípios. A iniciativa também já chegou em Itabirito, abrangendo outros quatro municípios do entorno.

Entre os participantes do encontro estão Raul Jungman, diretor-presidente do Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram); José Fernando de Oliveira, presidente da Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil (Amig); Marco Antonio Lage, prefeito de Itabira; João Marcelo Pereira, prefeito de Nova Lima; Fernando Passalio de Avelar, secretário de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais; João Cruz Reis Filho, diretor técnico do Sebrae Minas; Flávio Roscoe Nogueira, presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) e Rômulo Freitas, diretor de Negócios do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
×