Mariana

Traficantes teriam matado suspeito de estuprar a própria filha em Mariana

Um homem de 44 anos foi encontrado morto no meio da rua no Bairro Santo Antônio (popularmente chamado de Bairro Prainha) na cidade de Mariana.

A vítima, que era conhecida como “Tem”, era envolvida com o tráfico de drogas e era conhecido no bairro por praticar estupros. Recentemente, ele teria estuprado a própria filha, o que gerou a revolta de traficantes da região.

A polícia foi acionada no início da tarde dessa terça-feira (31) na rua Rio de Janeiro, que fica ao lado de um rio. O corpo da vítima estava de barriga para baixo e com ferimentos causados por disparos de arma de fogo.

Segundo a perícia, foram pelo menos oito tiros que atingiram a vítima, todos na região do tronco/peito. Foram recolhidas 12 cápsulas próximas à cena do crime, incluindo cartuchos intactos.

O serviço de inteligência da polícia constatou que a vítima tinha envolvimento com o tráfico no bairro, que recentemente tentou estuprar a própria filha e que é “conhecido por ser contumaz na prática de estupro”

Além do histórico, testemunhas afirmaram aos policiais que o abuso contra a filha da vítima gerou a revolta dos traficantes, que são os suspeitos de planejarem e executarem o crime.

A polícia chegou a receber vídeos de suspeitos fugindo pelo rio após o crime, mas não conseguiram identificar as pessoas. No local não há câmeras de segurança e a corporação segue na busca pelos autores. Um homem que foi apontado como suspeito foi ouvido por policiais e liberado por falta de provas.

O bairro Santo Antônio é conhecido pelos militares por várias trocas de tiro entre traficantes com bairros vizinhos. As informações são do Portal Cidade Mariana.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
×