Belo HorizonteGeral

Cobertura 5G chega a Belo Horizonte

A partir de sexta-feira (29/07), os moradores de Belo Horizonte, Porto Alegre e João Pessoa poderão ter acesso ao 5G standalone. A novidade foi aprovada nesta quarta-feira (27/07), pelo Grupo de Acompanhamento da Implantação das Soluções para os Problemas de Interferência na faixa de 3.625 a 3.700 MHz (Gaispi).

O Gaispi é composto por representantes da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), do Ministério das Comunicações e de empresas, incluindo as de radiodifusão afetadas pelo projeto.

Após a confirmação das condições necessárias para a instalação das antenas de 5G, na faixa de 3,5 GHz, nas três capitais pelas prestadoras da telefonia móvel, as empresas podem iniciar as operações. A expectativa é que isso ocorra já a partir da sexta-feira. “A faixa nessas três capitais está liberada. Entretanto, o lançamento comercial nessas capitais é uma decisão das operadoras que precisam fazer isso até o dia 29 de setembro”, destacou o presidente da Anatel, Carlos Manuel Baigorri, em coletiva de imprensa.

De acordo com a Anatel, as prestadoras de telefonia móvel que adquiriram lotes na faixa de 3,5 GHz têm até 29 de setembro para realizarem e otimizarem a instalação de, no mínimo, uma antena de tecnologia de quinta geração para cada 100 mil habitantes nas capitais brasileiras. As regras definidas pela Agência determinam o adensamento da cobertura de 5G em 3,5 GHz nas capitais até julho de 2025, devendo a nova tecnologia estar presente em todos os municípios brasileiros até 2029.

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, explicou, durante coletiva de imprensa, que a Anatel tem até 29 de agosto para chancelar a limpeza e autorizar as operadoras a iniciarem o serviço de 5G. Já as operadoras precisam inaugurar o sinal na medida em que as faixas vão sendo liberadas e fazer todos os ajustes para que o serviço esteja funcionando integralmente, até o dia 29 de setembro. Isso porque, a partir do dia seguinte, a Anatel iniciará a fiscalização sobre a oferta do serviço. “Então, eles ficam em teste até 29 de setembro. Após 29 de setembro, a Anatel vai em campo para aferir o resultado”, explicou Fábio Faria.

Juntamente com Brasília, que contou com o início das operações da tecnologia no dia 06 de julho, Belo Horizonte/MG, João Pessoa/PB e Porto Alegre/RS poderão contar com uma alta velocidade de download e upload, permitindo, por exemplo, que um filme seja baixado em minutos. Além disso, streamings, jogos on-line, videochamadas e transmissões podem ser acessadas com mais qualidade e estabilidade. Assim como na capital federal, a área atendida nas outras três localidades autorizadas será ampliada gradativamente.

De acordo com o Ministério das Comunicações, no geral, não é necessário fazer a troca do chip para utilizar a tecnologia, mas é necessário verificar com a operadora, já que em alguns casos específicos a troca será necessária. A princípio, o cliente não precisa pagar nada a mais pelo serviço, basta que o celular seja compatível, mas as operadoras poderão oferecer pacotes especiais com valores adicionais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
×