EsporteGeral

Atlético cobra medidas pela morte da menina Bárbara Vitória, de 10 anos

Nesta terça-feira (2), o Atlético Mineiro se manifestou e cobrou medidas pela morte da jovem Bárbara Vitória Lopes, de apenas 10 anos. A garota foi encontrada morta no bairro Landi 2ª Seção, em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ela vestia uma camisa do clube alvinegro no momento em que desapareceu.

“Revolta e perplexidade são os sentimentos que nos tomam com a notícia de que a garota Bárbara Vitória Lopes, de 10 anos, foi encontrada morta hoje, em Ribeirão das Neves. Ela vestia uma camisa do Galo.  O Galo se solidariza com os familiares de Bárbara e torce para que os responsáveis por esse crime tão cruel sejam encontrados e punidos com o rigor da Lei”, publicou o Atlético.

Um homem de 50 anos é suspeito de envolvimento no desaparecimento de Bárbara Vitória. O filho dele disse, ontem, à Polícia Militar, que o próprio pai é um dos homens que aparece em imagens de câmeras de segurança, gravadas no domingo (31).

Policiais foram até a casa do homem, no bairro Landi 1ª Seção, nessa segunda-feira (1°), após a família de Bárbara Vitória identificá-lo no vídeo. O suspeito mora no fundo de um lote, em meio a um matagal cercado por entulhos.

Inicialmente, o homem negou que fosse ele no vídeo, além de dizer que não sabia quem era a criança. No entanto, o filho dele se manifestou ao ver as imagens. “Amo o senhor, pai, mas não posso negar, no vídeo é o senhor”, disse.

Entenda o caso

O corpo de Bárbara foi encontrado pela Polícia Militar no campo de futebol Pedra Branca, na região de Justinópolis, em Ribeirão das Neves, na manhã desta terça-feira. O corpo da menina foi visto por um vizinha do campo, que acionou os militares. Bárbara Vitória desapareceu no domingo (31/07) depois de ir a uma padaria. O corpo estava com uma camisa do Atlético, tal como usava a garota quando desapareceu, mas sem roupas de baixo e com sinais de violência.

Vídeos de câmeras de segurança registraram o momento em que a menina desce uma rua com a sacola de pão na mão e, logo em seguida, dois homens passam correndo na mesma direção.

Nessa segunda-feira (1), um suspeito foi identificado no vídeo e prestou depoimento na delegacia. Ele foi liberado logo depois.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
×