GeralOuro Preto

Ouro Preto: LIGA DOS BLOCOS VENDE INGRESSOS PARA CARNAVAL 2022, SECRETARIA DE TURISMO CONSIDERA AÇÃO PRECIPITADA

A Liga dos Blocos de Ouro Preto, responsável pela realização do “Bloco Cabrobró”, “Bloco do Caixão”, “Bloco Chapado” e “Bloco Praia”, anunciou a realização do carnaval em 2022, previsto para acontecer dia 26 de fevereiro a 1 de março. Tradicionalmente, todos os anos, no estacionamento do Centro de Convenções da UFOP, a festa reúne milhares de pessoas de diversos cantos do Brasil e do mundo.

Nas redes sociais, de acordo com a Liga, “com responsabilidade e atendendo irrestritamente aos protocolos vigentes na data de realização, faremos uma festa intensa, que vai compensar a ausência de 2021”. Dentre os protocolos adotados, a liga pede: “Vacina em dia e Liga dos Blocos na agenda!”.

Os ingressos já começaram a ser vendidos e, inclusive, alguns lotes já esgotaram. Entretanto, a Secretaria Municipal de Turismo de Ouro Preto considerou a ação precipitada e afirmou que não há nenhuma autorização dada pela Prefeitura da cidade. “A questão é que produtores independentes estão fazendo movimentos de forma independente para que o Carnaval aconteça. Eles podem estar sujeitos, obviamente, a alguma questão judicial. Eles estão comercializando um ingresso de um evento que pode vir a não acontecer. Mas como se trata de iniciativa privada é uma questão de direito do consumidor”, disse o secretário da Pasta, Rodrigo Câmara.

O secretário de Turismo explicou que Ouro Preto segue as recomendações do Programa Minas Consciente, e que ainda é cedo para afirmar qual evento pode ou não ser realizado em 2022. Ainda, contou que a Prefeitura está planejando o carnaval da cidade, mas que isso não significa que o evento vai acontecer. “Todo grande evento tem que começar a ser planejado com antecedência. O carnaval é um deles”, esclareceu.

Por fim, Rodrigo ressaltou que é necessário ponderação. “A gente tem que esperar, tem que ser prudente, acompanhar a evolução da vacinação, do quadro pandêmico e aí sim avaliar. Então falar que hoje a liga ou qualquer outro órgão tem anuência para fazer o carnaval, isso é mentira, isso é uma irresponsabilidade. Então não gostaria que fosse imputado à Prefeitura essa autorização para saírem comercializando um ingresso de um evento que a gente não sabe se vai acontecer”, finalizou o secretário.

 

 

Fonte: O liberal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
×