GeralOuro Preto

II Seminário Municipal de Lazer e Esporte é realizado em Ouro Preto

Futebol, ginástica aeróbica, vôlei, musculação e tantas outras atividades, não há dúvidas de que são fundamentais para manter uma boa saúde. Mas qual seria a melhor dinâmica a ser aplicada para os diferentes públicos e ambientes? Para fazer essa análise, a Prefeitura Municipal realizou nos dias 19 e 20 de maio o II Seminário Municipal de Lazer e Esporte, no Centro de Artes e Convenções da Ufop.

O evento visa identificar a situação do esporte e lazer do Município e buscar formas de trabalhar essas práticas, tanto na sede quanto nos distritos, direcionando assim as políticas públicas de forma efetiva e eficiente para esse setor.

“Esta é uma iniciativa muito importante para levantarmos toda a situação das práticas desportivas no Município, buscando o futuro para o esporte e o lazer na nossa cidade. Nesse sentido, o seminário traz muitas possibilidades para construirmos juntos, com todas as forças vivas do esporte ouro-pretano, um grande programa para o nosso Município”, explicou o prefeito Angelo Oswaldo.

A vice-prefeita Regina Braga, também fez uma apresentação, destacou que “este seminário é fruto de um trabalho que já vem sendo executado. É um diagnóstico das atividades esportivas de todo o Município para potencializar e fazer aumentar essas práticas, porque esporte é vida e é um direito constitucional. Uma boa gestão tem que investir no esporte e para isso é preciso um mapeamento das atividades que acontecem e esse trabalho que está sendo realizado é de fundamental importância”.

Wagner Melo, secretário de Esportes, falou a que veio o Seminário. “Esse Seminário veio para nortear as ações mostrando de que forma o poder público e a iniciativa privada poderão atuar nisso. É uma análise para descobrir como aplicar os recursos esportivos de maneira eficiente, aproveitando o potencial de cada local, tanto no Município quanto na sede”. Carlos Simões, presidente do Conselho Municipal de Lazer e Esporte com completou a fala de Wagner e destacou que o Seminário objetivou “elaborar uma agenda pública de lazer e esporte que direcionar as políticas públicas no Município de agora em diante. Então precisamos andar juntos na mesma direção, o poder público, instituições de ensino, iniciativa privada e organizações do terceiro setor, e promover para todos os ouro-pretanos o esporte e o lazer”.

No segundo dia de Seminário, as apresentações foram realizadas no Departamento de Geologia da Ufop (Degeo) e, primeiramente foi apresentado um mapa diagnóstico dos equipamentos de esporte e lazer da Sede e dos distritos pelo professor da Ufop, Bruno Ocelli. Foi um trabalho de coleta e avaliação de dados de todos os equipamentos e estruturas de esporte e lazer do Município, realizado pela equipe da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer e a Ufop.

Posteriormente uma mesa redonda foi formada na qual a vice-prefeita Regina Braga iniciou as falas traçando um panorama dos distritos, considerando as potencialidades e vocações de cada local. Na sequência, quatro grupos de trabalho se formaram e os seguintes temas foram discutidos: esporte e lazer da escola; esporte de rendimento e futebol; lazer, cultura e esporte participativo e desenvolvimento do lazer e esporte nos distritos.

Várias proposições foram levantadas a partir dessas discussões, e um documento está sendo elaborado com a avaliação final do evento, que deverá ser entregue em 15 dias à Prefeitura.

A iniciativa une Prefeitura, com organização da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer; Conselho Municipal de Esportes e Lazer; Ufop (Escola de Educação Física; Lazer, Gestão e Política (Lagep); FAMOP; Instituto Trampolim e a Câmara Municipal de Ouro Preto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
×